Universo e o sistema solar

share on:

09/01/2018 – FIQUE POR DENTRO

O interesse da população geral por fenômenos científicos vem crescendo nos últimos tempos. As pessoas têm se mostrado cada vez mais interessadas em notícias sobre exploração espacial. E 2017 foi um ano recheado de notícias científicas que geraram não somente ainda mais interesse, como muito debate construtivo.

Eclipse solar total: Em 21 de agosto, várias partes do mundo puderam assistir a um raro eclipse solar total. Daqui do Brasil, alguns estados foram agraciados com um eclipse parcial, mas, nos Estados Unidos, a comoção foi tanta que este pode ser considerado o fenômeno astronômico do ano.

A morte da sonda Cassini: Depois de 13 anos no espaço, a sonda Cassini, cuja missão era estudar o sistema de Saturno e suas luas, morreu oficialmente no dia 15 de setembro, quando foi programada para entrar na densa atmosfera do planeta e se autodestruir.

Fonte: Canaltech


Entrevista com o cientista, Marcos Eberlin. Ele fala sobre o Universo e o Sistema Solar. Confira:

 


Regra de ouro

Regra de ouro é uma medida que não chamava a atenção dos brasileiros, mas ganhou destaque nos últimos dias. O governo quer mudá-la, já vislumbrando o cenário complicado que pode se desenhar neste ano, mas principalmente, em 2019, quando um novo governo tomará posse.

A regra de ouro é um mecanismo, utilizado também em outros países, usado para equilibrar as contas públicas, formando uma “tríade” com a fixação da meta fiscal e o teto de gastos. A regra de ouro proíbe que o governo faça operações de crédito, para bancar despesas correntes, como é o caso de custeio da máquina pública.

Desta forma, o seu principal objetivo é evitar o total descontrole orçamentário e ao financiamento inflacionário.

Bitcoin

Um dos investimentos de mais rápida valorização e de maior potencial de controvérsia em 2017 é uma moeda virtual, cuja existência sequer é física, o Bitcoin. Ele existe exclusivamente online e suas transações são feitas por meio da internet, em um ambiente codificado, que garante a segurança dos dados.

Sua emissão é realizada de forma descentralizada, ou seja, sem o controle de uma instituição financeira ou de bancos. É diferente, portanto, da circulação de cédulas de dinheiro que geralmente é fiscalizada pelo banco central do país.

Na prática, o bitcoin tem sido mais utilizado para realizar transações financeiras diretas no mundo inteiro. Principalmente para a transferência de pequenas quantias de dinheiro entre países. Isso porque é uma moeda incipiente e com escassa regulamentação. Tem crescido também o número de pessoas que olham para a moeda com um investimento.

Ateu de Segunda a Sexta

Muitos têm a tendência de compartimentar sua vida, dividindo-a em diferentes compartimentos que raramente se cruzam: trabalho, vida familiar, lazer e áreas como serviço voluntário. São coisas tão diferentes que nunca se encontram, como verdadeira filosofia de manter distintas as diferentes facetas da vida.

Do mesmo modo que no corpo humano diferentes órgãos têm funções exclusivas e separadas, mas trabalham em harmonia para manutenção de uma vida saudável, trabalho e nosso papel como cônjuge, pai, avô, líder, etc., podem parecer diferentes, mas combinados, traduzem quem somos em sua integralidade.

Isto se aplica também ao campo da fé. Muitos isolam questões de crenças e culto a determinados dias ou períodos da semana. Fé e trabalho, acreditam, têm pouco ou nada a ver um com o outro.

No livro “O Ateu da Manhã de Segunda”, Doug Spada admite que viveu essa dicotomia durante anos. Ele diz: “Comecei a praticar esquizofrenia espiritual, separando minha fé do resto da minha vida. Eu desligava Deus”.

Você é um “ateu das manhãs de segunda”? Eu fui. Durante anos frequentei os cultos de domingo, sentindo-me inspirado, mas quando chegava na segunda, assumia meu posto de editor de jornal e agia como se Deus não existisse. Foi então que tomei consciência de que, se minha fé em Deus era real, não deveria ficar restrita ao “ambiente religioso”, mas estar presente em minha vida 24 horas por dia, sete dias por semana.

Conheci, então, uma passagem que fala diretamente sobre a ampla aplicação da Bíblia na vida cotidiana: “Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. E isso para que o servo de Deus esteja completamente preparado e pronto para fazer todo tipo de boas ações” (2Timóteo 3.16-17).

Uma das maneiras mais claras de comunicar nossa fé é através de nossas ações. Jesus disse: “A luz de vocês deve brilhar para que os outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai de vocês, que está no céu” (Mateus 5.16).

Se falharmos em viver de acordo com a fé e os valores que expressamos, os que nos observam terão o justo direito de duvidar que realmente cremos no que dizemos. Ser seguidor de Cristo significa que não tentamos encaixá-lo num “compartimento” separado de nossa vida. Ou Ele é o Centro de tudo, ou na verdade, não faz parte de nada.

Por: Robert Tamasy