Tradução e interpretação

share on:

13/04/2018

Foi-se o tempo em que o mercado para tradutores e intérpretes era restrito no Brasil. Hoje, a carreira pode ser uma ótima opção para quem gosta de línguas estrangeiras, se dá bem com o português e está disposto a aprender sobre novas culturas.

O motivo para que essas profissões estejam em alta é simples: nos últimos anos, o Brasil ganhou importância no cenário mundial. A economia aquecida e o mercado consumidor atraem investimentos de empresas estrangeiras, assim como eventos esportivos internacionais que ocorreram nos últimos anos.

Apesar do cenário favorável, o setor enfrenta uma dificuldade: a carência de profissionais, em quantidade e qualidade.

 

Entrevista com a intérprete, Denise de Vasconcelos Araújo. Ela fala sobre tradução e interpretação. Confira:

Cientistas revelam níveis tóxicos de arsênico em poços da bacia do Amazonas

Os poços cavados na bacia do Amazonas para evitar que as pessoas bebam água dos rios contaminados contêm limite que supera em até 70 vezes o índice recomendado de arsênico.

As amostras obtidas por pesquisadores em 250 lugares do Amazonas na primeira grande análise realizada nos poços da região também revelaram níveis perigosos de manganês e de alumínio;

“Devido aos rios contaminados, muitas comunidades rurais aproveitam a água subterrânea”, disse a cientista e coordenadora do estudo, Caroline de Meyer, do Instituto Federal Suíça de Ciência e Tecnologia Aquáticas.

As consequências de ingerir arsênico podem demorar anos para se tornarem visíveis, inclusive décadas. E, na região, o nível de conscientização sobre este problema é muito reduzido.

As descobertas anunciadas em Viena são preliminares e serão apresentadas formalmente em uma publicação científica durante o ano.

A bacia do Amazonas, drenada pelo rio Amazonas e por seus afluentes, tem 7.500.000 quilômetros quadrados e atravessa oito países.

Fonte: France Presse

 

Festival Internacional de Arte de SP vai até 15 de abril no Pavilhão da Bienal

A 14ª edição do Festival Internacional de Arte de São Paulo reúne galerias de arte e design expoentes no mercado de 16 países.

O evento conta com performances de longa duração e uma seção dedicada a designers independentes, além de galerias nacionais e estrangeiras que participam pela primeira vez.

São 140 expositores no total.

O festival ocupa o Pavilhão da Bienal no Parque do Ibirapuera, na capital paulista, até o dia 15 de abril.

A programação completa está no site www.sp-arte.com.

O evento estará aberto ao público de quinta a sábado, das 13h às 21h, e no domingo, das 11h às 19h.

Fonte: Agência Brasil

 

Como domar a língua

No livro de Provérbios podemos encontrar o verdadeiro manual da sabedoria. Deus deseja que sejamos sábios, tanto no falar, no agir, quanto no pensar. Desarme-se!

Não esteja pronto a criticar. “É tolice tratar os outros com desprezo; o homem prudente prefere ficar calado”. Como se tem dito, ninguém é perfeito e, na maioria das vezes, não é preciso que procuremos muito para encontrar os defeitos uns dos outros. Existem ocasiões em que as críticas podem ser construtivas, mas na maior parte das vezes falamos apenas para expressar a nossa raiva ou impaciência.

Aprenda a tirar proveito de uma maneira apropriada de falar. “Você será recompensado pelas coisas boas que disser e receberá de volta aquilo que fizer”.

Use sua língua para curar e não para ferir. “Certas pessoas têm a língua afiada como uma espada, pronta para destruir outros; mas as palavras do homem sábio ajudam a estabelecer amor e paz”.

Uma palavra de estímulo, um elogio sincero, uma expressão de compaixão, uma palavra de louvor – cada uma destas coisas pode elevar o espírito de outra pessoa. Quando as expressões são sinceras, nossas palavras podem atuar como um bálsamo necessário para aliviar até mesmo a mais profunda dor.

Palavras ditas levianamente, sem cuidado, têm o poder de fazer exatamente o oposto – infligir feridas que podem levar anos e até mesmo toda uma vida para serem curadas.

No calor do momento, nossas palavras podem transmitir o que sentimos, mas os sentimentos se desvanecem rapidamente. Por quanto tempo depois o eco de nossas palavras ásperas continuará a ressoar?

Que você possa rever suas atitudes e pensar duas vezes antes de proferir qualquer palavra de destruição. Que a suas palavras possam ser fonte de benção e não de maldição.