Técnicas de emagrecer

share on:

26/07/2017 – FIQUE POR DENTRO

O Governo liberou em junho a comercialização de medicamentos para emagrecer que já tinham sido proibidos pela ANVISA. Alguns médicos são contra, mas outros defendem o uso desses remédios em situações específicas.

O projeto de lei autoriza a produção, venda e consumo, sob prescrição médica, de remédios que tenham em sua composição as substâncias anfepramona, femproporex e mazindol, utilizadas para emagrecimento. Segundo os especialistas, o importante é a classe médica estar orientada sobre a indicação correta dos medicamentos.

Esses 3 medicamentos são anorexígenos, ou seja, agem inibindo a fome. Entre os efeitos colaterais estão: agitação, depressão, taquicardia, irritabilidade, dor de cabeça, aumento da pressão e insônia. Mas esses efeitos não ocorrem em todos os pacientes.

Os 3 inibidores não são indicados para quem quer perder pouco peso, menores de idade, idosos, quem tem problemas psiquiátricos, cardíacos, hipertensos que não controlam a doença, asmáticos, obesos e pessoas com sobrepeso.


Entrevista com o endocrinologista, Mario Carra. Ele fala sobre remédios para emagrecer. Confira:

 


70% dos pacientes de chikungunya só buscam atendimento na fase crônica

Uma pesquisa aponta que 70% dos pacientes de chikungunya só procuram o serviço de saúde quando a doença já está em fase crônica. Ou seja, a busca por tratamento especializado ocorre, pelo menos, 3 meses após apresentarem os primeiros sintomas. O problema da automedicação está entre os motivos para a demora ao recorrerem ao atendimento médico.

O estudo inclui pacientes do Hospital das Clínicas, o HC da Universidade Federal de Pernambuco, um dos 6 hospitais universitários, localizados em 4 estados do Nordeste, que os pesquisadores coletaram dados. A pesquisa foi feita de abril a dezembro de 2016.


Governo lança programa para regulamentar setor mineral

Com o objetivo de atrair mais investimentos, aumentar a produção mineral no país e ampliar a participação do setor no Produto Interno Bruto, o PIB o Presidente Michel Temer lançou ontem o Programa de Revitalização da Indústria Mineral Brasileira.

Entre as ações do programa está o envio de uma medida provisória ao Congresso, a fim de transformar o atual Departamento Nacional de Produção Mineral em uma agência reguladora, que ficará encarregada de cuidar de um estoque de licenças em análises e acelerar processos, além de fiscalizar a atividade. O programa incluirá a oferta de áreas disponíveis para pesquisa e para exploração no Serviço Geológico Brasileiro.


Lamentações

Por estas coisas, choro eu, por estas coisas lamento eu.

Pelas crianças na fila do transplante de órgãos e que a cada dia de espera, para os pais, é um sofrimento.

Pelos órfãos que não têm um colo para serem acolhidos e descansarem no regaço da mãe querida.

Pelas viúvas que são providas de uma cesta básica que recebem de alguém que acha que está fazendo o máximo.

Pelos trabalhadores que não conseguem trabalho, estão deslocados e não se conformam das necessidades que passam os familiares.

Pelos jovens que na bebida e nas drogas se afundam, não conhecem a verdadeira alegria, não percebem que estão no vício, e não enxergam a saída.

Pelos políticos que distorcem a verdade com objetivos torpes e gananciosos e individualistas.

Pelos comerciais, em toda mídia, que desvalorizam a família, o casamento e a fé.

Pelos doentes crônicos que esperam socorro por serem reféns do próprio corpo pecador.

Pelos “religiosos” que prometem além do profetizado, que se aproveitam de um simples sonho para seduzir e enganar.

Pelos que ao mal chamam bem e ao bem, mal. Agem sem misericórdia e têm como “ganho” uma balança enganosa.

Pelos que têm mãos sangrentas e ameaçam a vida como se fossem donos em troca de bens e coisas e banalizam os mandamentos do Senhor.

Pelos que prostituem o corpo e a alma, e mentindo desobedecem os preceitos de ordem e de justiça que Deus estabeleceu.

Pelos que são sábios aos seus próprios olhos e se acham acima dos que os rodeiam, e sem piedade menosprezam vidas e pessoas escondendo a verdade e enganando os mais fracos.

Pelos que com a língua destroem sonhos e profecias com comentários maldosos e perversos.