Redes Sociais

share on:

06/04/2018

Que as redes sociais transformaram radicalmente o comportamento das pessoas não é novidade. No começo, era uma conta no Orkut e alguns mais conectados utilizavam também o Myspace. Aí vieram Facebook, Instagram, Snapchat, Twitter e muitas outras opções para dividir o tempo.

Mais de 3 bilhões de pessoas estão registradas em uma rede social e muitas usam mais de uma. O brasileiro gasta diariamente 9 horas e 14 minutos navegando na internet. Somos a terceira população no mundo que mais passa tempo na rede. Por conta do crescimento gigante das redes sociais, pesquisadores tem estudado seu impacto na sociedade. E são muitos.

Um levantamento feito no ano passado no Reino Unido aponta o Instagram como a pior rede social no que diz respeito ao impacto sobre a saúde mental dos jovens. Por isso, organizações de saúde mental pediram às empresas que mantêm os aplicativos para aumentar a segurança dos usuários.

 

Entrevista com a coach e consultora de Marketing Digital, Caroline Caracas. Ela fala sobre o uso das redes sociais. Confira:

 

Ilha de plástico no Pacífico já tem quase 3 vezes o tamanho da França

O imenso aglomerado de centenas de milhares de toneladas de detritos plásticos no oceano Pacífico, situado no Havaí e na Califórnia, tem de 4 a 16 vezes mais lixo plástico do que se imaginava. Segundo uma pesquisa científica, a maior zona de acumulação de detritos plásticos do mundo tem, no mínimo, o tamanho de 3 Franças.

As descobertas foram publicadas na revista Scientifc Reports. Para analisar a extensão total de resíduos plásticos, a equipe realizou o mais abrangente esforço de amostragem, cruzando o campo de detritos com 30 navios simultaneamente, complementados por 2 pesquisas de aeronaves.

Os resultados revelam então, que o depósito flutuante de lixo plástico mede mais de 1 milhão de quilômetros quadrados, quase 3 vezes o tamanho da França. Apenas 8% da massa de detritos são formados por microplásticos, definidos como peças menores que 5 milímetros de tamanho, e os outros 92% são detritos maiores.

Ao comparar a quantidade de microplásticos com as medições históricas, a equipe descobriu que os níveis de poluição plástica na zona têm crescido exponencialmente desde que as medições começaram na década de 1970.

 

Museu Antropológico da Universidade Federal de Goiás

O museu é uma instituição sem fins lucrativos, aberta ao público, e que se destina à coleta, inventário, documentação, preservação, segurança, exposição e comunicação de seu acervo.

Vinculado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação, o Museu Antropológico é um órgão suplementar da Universidade Federal de Goiás, e tem em seu caráter dinâmico e pedagógico, como suas principais características.

Ele foi criado por uma iniciativa de professores do então Departamento de Antropologia e Sociologia da universidade, vinculado ao antigo Instituto de Ciências Humanas e Letras, atual Faculdade de Ciências Sociais.

O Museu está localizado na Avenida Universitária, número 1166 – Setor Universitário, em Goiás. Para outras informações, como exposição e classificação indicativa, entre em contato pelo site www.museu.ufg.br

 

A Importância das Amizades

“É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se!”. (Eclesiastes 4.9, 10).

Na vida não existe carreira solo, pois o cultivo de boas amizades é ação vital. Precisamos atentar para esta verdade, pois o mundo que nos cerca promove relacionamentos superficiais e utilitaristas.

A cada dia que passa, as amizades tendem a se tornar mais superficiais. A própria tecnologia, cuja intenção é facilitar o dia a dia, pode ser uma ferramenta perigosa na área dos relacionamentos. Por exemplo, sites de relacionamentos como Facebook, que não deixam de ser ferramentas valiosas quando bem utilizadas, são exemplos de superficialidade relacional, onde “amizades” virtuais não são cultivadas, mas gerenciadas.

Amizades verdadeiras não são gerenciáveis, isto é, não podem ser administradas pela frieza de um mundo virtual. Amizades são cultivadas pelo conhecimento mútuo de virtudes e defeitos. Amigos não selecionam o que querem ouvir um do outro. Amigos não escolhem fazer parte de apenas alguns momentos da vida um do outro.

Amigos devem estar juntos sempre, pois só percebemos que o amigo está prestes a cair quando andamos juntos. E quando nós caímos, não buscamos forças em nós mesmos, nem nas pseudo amizades, pois nestes momentos precisaremos da verdadeira mão amiga. Em amizades verdadeiras encontramos força e ajuda, encontramos quem nos erga. Em momentos de necessidade e auxílio, um amigo costuma dizer: estamos juntos!

Precisamos investir em relacionamentos profundos e desprovidos de segundas intenções. Verdadeiras amizades não são construídas, muito menos cultivadas, por causa de um interesse. Quando tentamos criar amizades com segundas intenções, estamos enganando os outros e a nós mesmos.

Invistamos em amizades verdadeiras, compreendendo-as como um meio pelo qual o nosso Senhor estende a mão para nós, e ao mesmo tempo, um meio pelo qual o Senhor nos usa para servir ao nosso próximo.

Por: Israel Mazzacorati