Promoções e Sorteios

share on:

24/04/2017 – FIQUE POR DENTRO

A frase mágica é a seguinte: preencha o cupom com seu nome, endereço e número de telefone, deposite na urna e aguarde o sorteio. Essa é a sequência que os fãs de promoções costumam seguir para disputar prêmios com milhares de outras pessoas.

O carioca Franklin Santos é participante de concursos há anos. Logo na primeira vez em que enviou um cupom, ele foi premiado: ganhou um multiprocessador de alimentos que custava 300 reais.

Nesse período, Franklin já ganhou 11 carros, dentre eles um Porsche, 3 casas, mais de 50 viagens, além de outros inúmeros prêmios. O segredo? Ele escolhe a dedo as promoções que participa e costuma optar pelas menos divulgadas.

Entrevista com a advogada Karen Schifelbein, ela fala sobre promoções e sorteios.

 

No Brasil, 1 em cada 10 alunos de 15 anos é vítima de bullying

Um relatório feito pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, apontou que para cada 10 alunos, 1 sofre com bullying. Segundo os dados, 17,5 por cento dos jovens brasileiros de 15 anos, alegaram sofrer alguma forma de agressão física ou psicológica.

A pesquisa faz parte do 13 volume do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, a Pisa 2015, dedicado ao bem-estar dos alunos.

Outro dado que a pesquisa apontou é que em um ranking de 53 países, com os dados a respeito de bullying, o Brasil está na 43ª colocação.

Essa é a 1 vez que o programa divulga dados do desempenho dos estudantes. A medida foi tomada para expor o que deve ou não ser mudado, para melhorar a vida dos estudantes brasileiros.

Âncora

Nos assemelhamos a embarcações, pois o mar da vida nos agita para todos os lados. Os dias atuais têm sido particularmente agitados para muitos de nós, e muitas vezes sentimo-nos como barcos à deriva, com nossa vida emocional arrastada por correntezas e ondas sobre as quais não temos controle. Precisamos de algo firme em que nos segurar para não acabar nos quebrando em um dos recifes da vida.

Mas como é que se consegue uma âncora para a alma, isto é, estabilidade emocional no momento das grandes dificuldades?

A Bíblia fala disto num dos livros do Novo Testamento, na carta intitulada aos Hebreus, o autor diz no capítulo 6, verso 19:

“esperança…a qual temos como âncora da alma, segura e firme…”.

No contexto vemos que o autor está falando uma vida de relacionamento com Deus como fundamento firme para esperança. É curioso que a palavra esperança é muitas vezes compreendida em nosso idioma como alguma coisa vaga, como que uma fé ingênua do tipo “tenho esperança de que tudo acabe bem”. O termo esperança, no entanto, tem mais a ver com aquele que espera algo que sabe que vem, como alguém na plataforma de embarque de uma  estação. O autor desta carta fala da esperança daqueles que confiam em Deus como uma verdadeira âncora da alma. De ter a alma ancorada em coisas além do aqui e do agora.

Se o aqui e o agora já são incertos, que dizer do ali e além? Só que o problema é que vivemos colocando nossa âncora em coisas mutáveis, incertas, como um marinheiro atrapalhado que lança sua âncora na areia mole, incapaz de segurar qualquer coisa.

O autor dessa carta escreve sobre Jesus Cristo como autor da esperança que vai além, firmada naquele que não muda jamais, pois é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Se a sua âncora estiver colocada nele, as ondas da vida poderão molhar você, mas terminada a tempestade você ainda estará firme. Em outras palavras, é nos momentos de crise que a gente mais percebe o quanto precisa de algo realmente estável em que se agarrar.

Crédito: Miguel Herrera e Roland Korber (Adaptado)