Pets

share on:

14/06/2018

Os animais de estimação, também conhecidos como animais domésticos, de companhia ou simplesmente pets, são domesticados e mantidos geralmente dentro de casa, sob a responsabilidade dos seus donos ou protetores.

Os animais de estimação mais populares em todo o mundo são os cães e os gatos, embora existam muitos outros, como roedores, aves, peixes e os menos populares, mas que são preservados no ambiente doméstico, que são os répteis, anfíbios e invertebrados.

Seja qual for o seu companheiro, os animais de estimação a cada ano ganham mais espaços nas residências. Porém, até mesmo a pessoa que mais os ama pode cometer alguns erros e colocar a saúde dos “bichinhos” em risco.

Dessa forma, é necessário conhecer e se informar sempre a melhor forma de proteger seus “PETS”, seja do calor em excesso ou do frio, como dos últimos dias.

Fontes: mundoanimais.pt

Entrevista com a Médica Veterinária Ana Elizabeth Lima. Confira:

 

 

Pesquisa confirma que tristeza por derrota é maior que a alegria da vitória

Você fica feliz ou triste ao torcer para o seu time do coração? A resposta pode parecer óbvia, mas uma pesquisa recente mostrou que tudo depende do desempenho.

Segundo o estudo, o impacto emocional de ver o time perder é maior do que o de ver o time ganhar.

Um dos autores da pesquisa, Peter Dalton, da Universidade de Sussex, no Reino Unido, explica que a gente fica 2 vezes mais triste quando nosso time perde do que feliz quando ganhamos.

Ele destaca que uma vitória deixa os torcedores 3,9% mais felizes na 1° hora após o apito final. Já na 3º hora, você ainda continua 1,1% mais feliz.

Mas se o seu time perder… Você tende a ficar 7,8% mais triste, e na 3º hora, você ainda fica 3,2% mais triste.

Fonte: BBC

 

A natureza fala

Para falar, a natureza não utiliza nossos idiomas humanos, mas expressando-se de maneira clara. A Palavra declara: “Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos” (Salmos 19.1)

O apóstolo Paulo diz que “…o que de Deus se pode conhecer é manifesto… pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina tem sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas”. Romanos 1.19 e 20

Portanto a natureza fala, dando testemunho de que foi criada para a glória de Deus, e é tão eloqüente que o apóstolo diz que os homens são indesculpáveis, pois a existência de Deus se comprova por suas obras.

Por outro lado, temos visto furacões em quantidade e gravidade incomuns, terremotos, maremotos, estiagens e inundações. O apóstolo Paulo coloca mais uma vez a expressão da natureza, agora num contexto diferente: A natureza criada aguarda, com grande expectativa…toda a natureza criada geme até agora… Romanos 8.19-22

Ao ser criado, o homem recebeu a missão de zelar pela Terra. Decidiu, no entanto, voltar às costas ao Criador e construir a civilização à completa revelia dele. Em vez de cuidar, passou a explorar irresponsavelmente. Tudo tem deteriorado rapidamente. A Bíblia deixa claro que a grande causa deste desastre ecológico não é outra coisa senão o pecado!

Uma pessoa cuja relação com Deus foi restabelecida, e a isto chamamos de salvação deve viver de maneira digna de uma vida de comunhão como Criador; isto inclui zelar pela Terra e seus semelhantes.

Um cristão é, portanto, uma pessoa responsável em relação ao seu ambiente que necessariamente inclui pessoas!