Perseguição

share on:

26/06/2018

A Nigéria é o país mais populoso da África – com 186 milhões de habitantes – e também o maior produtor de petróleo do continente. Pode até parecer que essa riqueza favorece a população de alguma forma, mas na prática está muito longe disso. O país é uma das nações com maior grau de corrupção no mundo, segundo a ONG Transparência Internacional. Por isso, o dinheiro vindo do petróleo muitas vezes tem destinos ilícitos, não chegando à população.

Os nigerianos enfrentam inúmeros problemas sociais, com a ausência de serviços públicos como moradia, alimentação, saúde, educação, entre outros. Essas dificuldades colocam a população muito atrás no que diz respeito à expectativa de vida, que é de 53 anos. Além de ser um dos países campeões em níveis de pobreza, a Nigéria é também caracterizada por duas religiões predominantes: a parte norte do país é habitada por cidadãos muçulmanos, enquanto no restante do território a maioria é cristã. Todo esse cenário crítico é o palco de atuação do Boko Haram. As principais vítimas são os cristãos.

O Boko Haram surgiu na Nigéria em 2002 e hoje atua também em outros países, como Chade, Níger e Camarões, com o objetivo de implementar a lei islâmica. O grupo é classificado como “radical islâmico”, já que apresenta ações características do fundamentalismo religioso. Surgiu como uma seita fundada por Mohammed Yusuf, que acreditava na cultura ocidental como a principal razão para os males da Nigéria, sendo assim necessária sua erradicação. Além disso, assim que foi criado, a atuação do grupo era dedicada à assistência social e a oposição contra o governo central, marcado por casos de corrupção. Por isso, contava com o apoio de muitas pessoas na Nigéria.

Ao longo do tempo, o Boko Haram foi passando por diversas formações, se tornando cada vez mais militarizado e perdendo apoio no país. Em 2013, foi declarado como grupo terrorista pelo departamento de Estado norte-americano. Desde a morte de Yusuf em um confronto armado, o Boko Haram é liderado por Abubakar Shekau, considerado muito mais radical do que seu antecessor. Foi com a mudança de líder que o grupo se tornou uma organização militar totalmente radical.

Além de combater a cultura ocidental deixada no país como herança da colonização britânica, o grupo busca também a construção de uma república islâmica. E utiliza métodos radicais como atentados e sequestros. O grupo possui ainda relação com outras organizações terroristas, como o Estado Islâmico, ao qual declarou lealdade em 2015, e a Al-Qaeda.

É difícil definir o impacto que o Boko Haram teve sobre a Nigéria até então, mas estimativas apontam que pelo menos três mil pessoas foram mortas pelo grupo e quase 1 milhão deixaram seus lares por medo da organização, números que crescem a cada dia. Boa parte do território nigeriano já foi dominada pelo grupo, levando algumas cidades a declarar estado de emergência desde 2013.

Em abril de 2014, o Boko Haram invadiu uma escola na cidade nigeriana de Chibok e sequestrou duzentas e setenta e seis meninas entre 16 e 18 anos. Embora algumas estudantes já tenham sido liberadas, o destino da grande maioria delas continua incerto. Teme-se que tenham sido vendidas como escravas ou utilizadas em diversos ataques.

Aos poucos, as negociações com o grupo levam a libertação de várias meninas, mas são insuficientes para recuperar as 10 mil mulheres e meninas sequestradas pelo grupo desde o início dos conflitos, segundo o governo local. Em função dos avanços do grupo, hoje os governos da Nigéria, Chade e Camarões tentam combater a organização, contando com apoio técnico e financeiro dos Estados Unidos.

Fontes: www.politize.com.br, Brasil Escola, El País, BBC, UOL e G1

 

Entrevista com Ana, uma viúva nigeriana que viu seu marido ser morto por extremistas do Boko Haram. Confira:

 

 

É possível enviar a mesma mensagem para vários contatos no WhatsApp

Você já precisou enviar a mesma mensagem para diversos contatos? Porém, não quer usar de grupos para tal? O WhatsApp conta com um recurso bem interessante. A chamada “Transmissão” permite criar uma lista com todos os contatos para os quais deseja enviar o conteúdo e encaminhá-lo ao mesmo tempo para todos.

Por mais que seja criada uma nova conversa parecida com grupos, tudo o que é enviado e recebido é feito de forma individual. Ou seja, a pessoa irá receber sua mensagem na conversa privada de seu contato, e você receberá a resposta também na conversa privada.

Para enviar a mesma mensagem para vários contatos no WhatsApp faça o seguinte:

1. Abra o aplicativo.
2. Toque nos três pontinhos no canto superior direito da tela.
3. Entre em “Nova Transmissão”.
4. Selecione os contatos que participarão da sua Lista de Transmissão.
5. Toque no botão de check no canto inferior esquerdo.
6. Abrirá uma conversa.
7. Basta escrever e enviar as mensagens desejadas.

É importante lembrar que apenas os contatos que tiverem seu número salvo poderão receber as mensagens.

Fonte: UOL

 

Dificuldades e Dias Difíceis

…fomos atribulados de toda forma: conflitos externos, temores internos. Deus, porém, que consola os abatidos, consolou-nos… 2Co 7.5 e 6.

Por que a vida é tão injusta? Por que tenho que viver enfrentando dificuldades, tristezas, e angústias? Por que para mim tudo parecer ser impossível e para os outros não? Será que estou sendo castigado e meus sofrimentos são mandados por Deus?

Bem, a vida pode não ser justa, contudo ela não é um mar de injustiças. As dificuldades fazem parte da vida de todo ser humano como também fazem parte os dias alegres, agradáveis e os momentos felizes. O problema é que talvez você esteja desenvolvendo o hábito de viver se lamentando, esticando o choro nas dificuldades, se aborrecendo com coisas simples e prestando mais atenção nos outros.

As dificuldades e as crises revelam o caráter e a personalidade das pessoas, a ponto de revelar quais os verdadeiros filhos ou filhas de Deus. Não há porque nas dificuldades procurar ajuda de entidades, santos protetores, espíritos, adivinhadores ou nas religiões alternativas.

Aproveite as dificuldades para exercitar a sua confiança e fé no Deus Pai, que a Bíblia afirma: “O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus. Se, somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participarmos dos seus sofrimentos…” Romanos 8.16 e17.

Esse texto foi escrito para você! Deus conhece os seus sentimentos, suas fragilidades, sua ansiedade e temor. Deus sabe que a natureza humana é semelhante a uma criança emburrada que vive desejando o que as outras crianças possuem. Por isso espera que você descanse, confie e se alegre nessa promessa dele!

Não seja um depressivo profissional! O filho ou filha de Deus sabe que este mundo não irá facilitar as coisas. Lembre-se de aproveitar o empurrão das crises para estreitar ainda mais a sua intimidade com o seu verdadeiro Pai. Ele te ama.