Oceanos e mares

share on:

29/11/2016

Água é essencial à vida no planeta, entretanto a poluição de mares e oceanos pode comprometer a alimentação, o emprego e fazer desaparecer ecossistemas importantes.

De acordo com a ONU, 2 de cada 5 pessoas vivem perto do mar e 3 entre cada 7 dependem de recursos marinhos ou costeiros para sobreviver. Oceanos contribuem para regular o clima, processar nutrientes através de ciclos naturais e fornecer uma ampla gama de serviços, incluindo recursos, alimentos e empregos que beneficiam milhões de pessoas em todo o mundo.

A ONU ainda alerta que mais importante que buscar a difícil recuperação e limpeza das águas no planeta é evitar que a sujeira chegue até lá.

Img_FiquePorDentro_Entrevista_680px_v1

Entrevista com o oceanógrafo, Alexander Turra. Ele fala sobre oceanos e mares

 

Img_FiquePorDentro_MomentoRefflexao_680px_v2

Caminho Eterno

“Vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno” (Salmos 139.24b)

A vida é cheia de caminhos.  Todos os dias precisamos fazer escolhas.

O maravilhoso salmo 139 foi escrito pelo Rei Davi, e fala que Deus nos conhece, conhece o nosso coração, os nossos movimentos, as palavras que nós ainda não pronunciamos.

Deus conhece nossos pensamentos antes de nós. Este salmo descreve um Deus que está presente, em todos os lugares, que tem o nosso destino em suas mãos e que tem pensamentos preciosos sobre as nossas vidas.

O Deus criador, cujo Espírito esteve presente na hora da criação, não poderia estar ausente em nenhuma parte do universo. Ele  é onisciente, onipresente e onipotente.

Deus  esquadrinha  nosso tempo de vida na terra, antes da nossa existência, quando determinou os nossos dias.

O salmo é uma fonte inesgotável de aprendizado e satisfação ao andarmos em seus retos caminhos. É também exortação para não escolhermos caminhos de pecados achando que nunca seremos vistos ou descobertos.

Davi se expõe como um homem que conhece a grandeza de Deus e sua limitação. Ele declara que suas origens fazem parte da providência divina e para isso pede a Deus que o leve pelos retos caminhos. Ele agradece a Deus pela forma que foi formado e usa as seguintes palavras: “Visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste; as tuas obras são admiráveis, e a minha alma o sabe muito bem…” v.14

Aqui temos um ponto interessante e confortável. Sabermos nossa origem e depositarmos toda a nossa confiança com palavras como estas: “e a minha alma o sabe muito bem;…”.

Usando o exemplo de Davi, surge uma pergunta: Há no seu coração o mesmo sentimento do salmista, e um grande desejo de andar nos retos caminhos do Senhor?

Se a resposta é não, reconsidere sua história de vida e aceite este Deus criador e maravilhoso. Se a resposta é sim, louvado seja Deus! O próximo passo é pedir a ele uma sondagem completa, profunda e verdadeira em sua vida. É maravilhoso saber que os retos caminhos são caminhos eternos.

Pr. Paulo Cirelli

Img_FiquePorDentro_Tecnologia_680px_v1

Brasil supera marca de CEM milhões de internautas

O número de internautas brasileiros ultrapassou 100 milhões em 2015, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios divulgada pelo IBGE sexta-feira passada.

O total de pessoas com mais de 10 anos que se conectaram cresceu 7,1 por cento ano passado, em relação a 2014. O acréscimo de 6,7 milhões de usuários à população brasileira na internet fez esse contingente saltar para 102,1 milhões.

Com isso, em 2015, subiu para 57,5 por cento a porcentagem da população brasileira que navega na rede. No ano anterior, havia sido a primeira vez que mais da metade das pessoas se conectaram à internet.

A internet no Brasil avançou apesar de recuar a adoção nas casas de um dos principais equipamentos usados para navegar na rede. O ano de 2015 registrou a primeira queda do número de domicílios que possuíam computador. O total de casas com acesso a micros caiu de 32,5 milhões casas para 31,4 milhões entre 2014 e 2015.

Img_FiquePorDentro_EntendendoPoliitica_680px_v1

Comissão de Ética Pública

 De 2011 a 2016, a Comissão de Ética Pública da Presidência da República aplicou penalidades motivadas por “faltas éticas” para, ao menos, 5 ministro de Estado.

A Comissão de Ética Pública é um órgão consultivo do Governo Brasileiro e foi criado em 1999. É constituída por 7 integrantes, designados pelo Presidente da República. Esses membros não fazem jus a qualquer remuneração e os trabalhos nela desenvolvidos são considerados prestação de relevante serviço público.

A Comissão de Ética Pública analisa mensalmente a conduta de funcionários públicos do alto escalão. Ela é pautada pela imprensa, mas pode decidir abrir investigações se provocada por alguma instituição, como partidos políticos. Os funcionários públicos na ativa, ela pode aplicar advertências e sugerir ao presidente da República a demissão do investigado.