Música Popular Brasileira

share on:

27/07/2018 – FIQUE POR DENTRO

A MPB surgiu ainda no período colonial brasileiro, a partir da combinação de vários estilos. Entre os séculos 16 e 18, misturaram-se em nossa terra, as cantigas populares, os sons de origem africana, fanfarras militares, músicas religiosas e eruditas europeias. Também contribuíram, neste caldeirão musical, os indígenas com seus típicos cantos e sons tribais.

Nos séculos 18 e 19, surgiram dois ritmos musicais que marcaram a história da MPB: o lundu e a modinha. O lundu, de origem africana, possuía uma batida rítmica dançante. Já a modinha, de origem portuguesa, trazia a melancolia e falava de amor numa batida calma e erudita.

Na segunda metade do século 19, surge o choro ou chorinho. Já no início do século 20 começam a surgir as bases do que seria o samba. Com o crescimento e popularização do rádio nas décadas de 1920 e 1930, a música popular brasileira cresce ainda mais.

Na década de 1940 destaca-se, no cenário musical, Luis Gonzaga, o “rei do Baião”, falando do cenário da seca nordestina. Nos anos 50, surge a Bossa Nova, um estilo sofisticado e suave.

A televisão começou a se popularizar em meados da década de 1960, influenciando na música. Na década de 1970, vários cantores começam a fazer sucesso nos quatro cantos do país. As décadas de 1980 e 1990 são do rock, do punk e da new wave.

Os anos 90 também são marcados pelo crescimento e sucesso da música sertaneja ou country. O século 21 começa com o sucesso de grupos de rock com temáticas voltadas para o público jovem e adolescente.

Fonte: suapesquisa.com/mpb

 

Entrevista com o músico Glauber Plaça. Confira:

 

Serestas de Sexta – Trovadores Urbanos cantam vários sucessos de seu repertório

Hoje tem um programa especial a espera dos paulistanos e aqueles que passam férias na cidade: a Seresta de Sexta, que ocorre na Casa dos Trovadores Urbanos, das 7 e meia às 9 da noite. É um momento de encontro entre famílias e amigos, num ambiente cheio de música, que também as crianças gostam muito.

Os Trovadores Urbanos cantam vários sucessos de seu repertório, músicas que embalam a capital paulista há 28 anos, encantam gerações e reforçam os laços de afeto entre as pessoas. A entrada é gratuita. A Casa dos Trovadores Urbanos fica na rua Aimberê, no bairro de Perdizes, em São Paulo.

Adoradores

“Deus é Espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade” (João 4.24).

Respondendo à mulher samaritana onde era o lugar correto da adoração, Jesus disse: “os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores.” Jesus corrige aqui um grande problema que existia na mente daquela mulher e que ainda existe na mente de muitos nos dias de hoje.

Deus é o objeto da adoração. Veja que Jesus disse: “adorarão o Pai ”. Deus é a razão do nosso louvor e da nossa adoração. Nós não louvamos “mais ou menos” a Deus. Assim, devemos refletir constantemente se Deus está sendo adorado em nosso viver diário e em nossas celebrações.

A verdadeira adoração é em espírito – Em espírito, porque Deus é espírito. Isso significa que o culto é inspirado e dirigido pelo Espírito Santo. A adoração é conduzida de tal maneira que Deus se agrade dela, porque o Espírito Santo conhece a mente de Deus e sabe o que ele gosta na adoração.

A verdadeira adoração é em verdade – Também pela mesma razão acima, ou seja, porque Deus é verdade. Deus não quer que nenhuma pessoa se apresente a ele e o adore tendo mentiras em sua vida. É incoerente adorar o Deus da verdade, tendo a vida enlameada no pecado da mentira.
Deus está procurando verdadeiros adoradores. Veja, então, que Deus não está procurando uma grande banda evangélica, um grande compositor sacro, um bom baterista, uma grande organista… Deus não está procurando uma igreja que cante hinos ou uma igreja que cante músicas contemporâneas. Ele está procurando pessoas que o adorem em espírito e em verdade.

Aprenda com Jesus como deve ser a verdadeira adoração e comece a praticar no seu dia a dia. Sua vida vai ser bem melhor!