Massas

share on:

22/06/2017 – FIQUE POR DENTRO

Uma pesquisa global encomendada pela ONG contra a pobreza Oxfam revela que as massas são o alimento número um numa lista dos mais apreciados em todo o mundo.
O levantamento, feito pela consultoria GlobeScan, ouviu mais de 16 mil pessoas em 17 países, entre eles o Brasil. Em cada um deles, as pessoas falaram que tipo de comida preferem.

A pesquisa aponta que, além de serem populares em países europeus, as massas em geral também são muito procuradas em países como Filipinas, Guatemala e África do Sul.

Depois das massas, a maioria dos ouvidos colocou “carne” como a sua segunda maior preferência. A seguir vem arroz, pizza, frango, peixes e frutos do mar, vegetais, pratos chineses em geral, pratos italianos e pratos mexicanos.

Entrevista com a nutricionista, Vivian Ragasso. Ela fala sobre massas. Confira:

 

Júpiter agora tem 69 luas

Júpiter ganhou 2 novas luas, aumentando o número de satélites do maior planeta do sistema solar para 69. A descoberta foi anunciada por uma instituição ligada à União Astronômica Internacional, nos Estados Unidos. De acordo com os astrônomos responsáveis pela descoberta, eles estavam buscando corpos celestes distantes, em busca do Planeta 9, quando perceberam os 2 novos satélites de Júpiter.

De acordo com pesquisadores, Júpiter tem alguns satélites “perdidos”, que foram descobertos em 2003. Essas luas têm órbitas relativamente desconhecidas e, por isso, não é possível prever onde se encontram razões para serem consideradas perdidas. No início de 2016, havia 14 satélites nessas condições e, durante as observações, 5 deles foram “resgatados”.

Ainda segundo o instituto, os novos satélites ajudam a desvendar as fronteiras do sistema solar possivelmente, outras luas devem ser descobertas até 2018, quando mais observações confirmarem se são satélites novos ou perdidos.

Zelo Invejável

Afigura do Rei Davi, o homem segundo o coração de Deus, pode ser lembrada para nos inspirar o quebrantamento. Aquele espírito que temos que ter de nos rendermos aos pés do Senhor.

Davi tinha um zelo invejável pelas coisas do Senhor. Tudo que ele pegava para fazer fazia com esmero: cuidar das ovelhas, levar marmita na guerra para os seus irmãos; enfrentar Golias em nome do Senhor dos Exércitos; tocar para o rei; projetar a casa do Senhor; compor; dançar em louvor a Deus; carregar a Arca do Senhor; liderar o povo; humilhar-se e pedir perdão.

Depois do pecado de adultério e homicídio, Davi recebe a exortação do profeta Natã e imediatamente se arrepende porque entendeu que pecou contra o Senhor.

É por essa razão que Davi era um homem segundo o coração de Deus. Ele não era perfeito, mas até o fim de seus dias seu coração foi sensível a Deus. Assim devemos ser também.

Não vamos perder nossa alma no curso desta vida.

Nenhum prato de lentilha vale à pena se comparado ao gozo que nos espera, nem olhos viram nem ouvidos ouviram (1 Co 2.9).

Resistamos ao cinismo à porta, a um coração petrificado; às concessões humanistas, ao relativismo, à indiferença às coisas do Senhor.

Sejamos astutos como a serpente para o pecado e para as ciladas do Diabo; vigiemos porque “o espírito está pronto, mas a carne é fraca” (Mt 26.41b).

Que o Santo Espírito trabalhe em nós como ele fez com Davi. Que o examinar-se seja uma disciplina diária em nossa vida e o desenvolver da nossa salvação seja com temor e tremor.