Machucados, cicatriz e hematomas

share on:

01/08/2017 – FIQUE POR DENTRO

O machucado forma uma casquinha, começa a coçar e a pessoa acaba retirando essa proteção ao passar a unha. Aí fica aquela cicatriz, que pode escurecer e piorar ainda mais se a região for exposta ao sol.

Fatores genéticos, cuidados com a pele e a nutrição influenciam na cicatriz. Alguns confundem cicatriz com manchas deixadas por um machucado. Mas a cicatriz só ocorre quando a derme, a camada mais profunda da pele é atingida. Se o machucado arranca a derme, tira junto o colágeno e, por essa razão, se forma a marca.

A cicatrização acontece em todos os tecidos do organismo, não só na pele. E um bom processo de cura do corte ou ferimento depende do local e do tipo de pele.


Entrevista com a dermatologista, Laura Silveira. Ela fala sobre hematomas. Confira:

 

Microsoft removerá programa Paint do Windows

Presente desde a primeira versão do Windows, lançada em 1985, o aplicativo Paint está em seus últimos dias. Isso porque a Microsoft anunciou que a próxima atualização do Windows 10, prevista para ser lançada no segundo semestre deste ano, removerá o aplicativo do sistema operacional.

O aplicativo foi um dos pioneiros entre os softwares de desenho e edição de imagens, apesar de sua extrema simplicidade. Essa característica, porém, fazia com que ele fosse bastante utilizado em edições pontuais de imagens, não exigindo um conhecimento muito aprofundado quantos outros programas do tipo. Ainda assim, ele acabou perdendo um pouco de espaço com o advento de ferramentas online para esse tipo de atividade, que mantém a facilidade de uso ao mesmo tempo em que trazem mais recursos.

Em seu lugar, a Microsoft manterá o Paint 3D na lista de aplicativos do Windows 10. Trata-se de uma versão do programa que permite criar e editar imagens tridimensionais.

Congresso analisa Medida Provisória sobre pagamentos indevidos

Entre as 22 medidas provisórias que o Congresso tem para analisar na volta do recesso está a Medida Provisória 788 que regulamenta a restituição dos valores creditados indevidamente pelo governo a pessoas falecidas. Editada no último dia 25, a medida faz parte do esforço do governo de Michel Temer para reequilibrar as contas públicas.

Pelo texto, o governo informará à instituição financeira o valor exato a ser estornado. Ao receber o requerimento de restituição, caberá ao banco bloquear os valores de imediato e, depois de 45 dias, fazer a devolução ao governo. Caso o governo tenha que comprovar o óbito do beneficiado, a devolução poderá ocorrer em 90 dias.

Nos casos em que não houver em conta saldo suficiente para o estorno, inclusive em investimentos de aplicação ou resgate automático, a instituição financeira restituirá o valor disponível e comunicará a insuficiência de saldo ao ente público. Se a instituição financeira constatar erro no requerimento de restituição, por meio do comparecimento do beneficiário ou de prova de vida, ela deverá desbloquear os valores e comunicar ao governo.

Assim não dá!

Certo sujeito foi ao médico. Após detalhado exame, recebeu algumas orientações quanto à sua saúde. Como o doutor era super organizado, forneceu-lhe instruções detalhadas por escrito em uma folha de papel impressa com todos os detalhes da dieta e os exercícios, minuciosamente explicados, bem como das razões do procedimento.

Tempos depois, o homem volta ao médico. Após examiná-lo, o doutor percebe que não houve qualquer alteração em seu quadro clínico e pergunta: Você fez o que lhe recomendei?

O paciente explica: doutor, saiba que achei suas orientações maravilhosas. Gostei tanto delas e as achei tão sábias que não me contive, mandei fazer com a folha de instruções um quadro que pendurei na parede de meu escritório. Além disto, mandei fazer cópias, e assim frequentemente não só releio suas sábias palavras, como também envio cópias para meus amigos. E acredite, tantos deles também gostaram de suas orientações, que temos hoje um grupo de discussões lá no meu condomínio onde sempre discutimos em profundidade a importância de uma dieta saudável e da prática regular de exercícios físicos. Todos se admiram com a sabedoria que há nas instruções que o senhor me deu.

O médico estava pasmo. Suas recomendações haviam realmente sido levadas a sério. Pergunta então ao paciente: – E todos esses seus amigos estão fazendo a dieta com você? Vocês estão juntos praticando exercícios conforme recomendei? Ao que o homem responde surpreso: Ué, era pra fazer?

As ordens de Jesus Cristo não foram escritas para que as achássemos lindas, ou para que as discutíssemos com os amigos. Foram feitas para ser obedecidas, e sermos felizes se as praticarmos.

Que tal falar com Jesus a respeito disto? Sobre como deixar de ser somente ouvinte da palavra de Deus, e tornar-se efetivamente praticante como diz na Sua palavra?

Por: Miguel Herrera e Roland Körber (Adaptado)