Luto

share on:

13/04/2017 – FIQUE POR DENTRO

Termos como “dor no coração”, “ferida” e “dor” são normalmente usados para descrever o trauma emocional do luto. Mas pessoas afetadas pela perda de um ente querido costumam dizer que não se trata apenas de uma figura de linguagem. Cientistas afirmam que o luto pode se manifestar não só emocionalmente, mas também fisicamente.

Estômago revirado, coração acelerado, tremedeira, flashbacks e hipersensibilidade ao barulho são alguns dos subprodutos físicos da perda, segundo a Sociedade Psicológica Britânica. Mas como as pessoas costumam reagir de formas diferentes ao luto, ainda não há uma lista certa de sintomas.

Um estudo feito no Reino Unido descobriu que aqueles que viveram recentemente um quadro de luto, especialmente idosos, podem passar por um processo de redução das funções dos neutrófilos, a parte mais abundante dos glóbulos brancos do sangue, responsáveis por combater bactérias como a da pneumonia. Isso talvez ajude a explicar alguns dos muito noticiados casos de casais de idosos que morrem praticamente juntos.

 

Entrevista com a psicologa Elisandra Lopes Jacobina, que fala sobre luto.

 

Descoberto novo planeta pouco maior que a Terra

Astrônomos descobriram um planeta parecido com a Terra a 219 anos-luz de distância. O novo planeta é um pouco maior que o nosso e orbita uma estrela de baixa temperatura.

Cientistas acreditam que esse planeta, que pode ser considerado um parente próximo de Vênus, será um candidato primário na busca por vida fora da Terra.

O novo planeta foi batizado de Kleper-1649, porque foi encontrado usando o telescópio espacial Kleper, da NASA. De acordo com cientistas, o estudo de planetas semelhantes ao Kleper-1649 está se tornando cada vez mais importante, para entender os limites da zona habitável de estrelas anãs.

 

A doença de mim mesmo

Psicanalistas franceses diagnosticaram uma doença, a que ironicamente denominaram – “A Doença de Mim Mesmo”. Não é de admirar que esse mal nos atinja nos dias de hoje.

Os discípulos de Jesus também foram afetados por esta enfermidade moral: eles se preocupavam em demasia com seus problemas pessoais:, querendo saber quem sentaria à direita, quem seria o maior, se tudo aconteceria logo…

A despeito dos esforços científicos, nenhuma vacina foi conseguida para evitar tão traiçoeira e, por vezes, mortal enfermidade. O único remédio que tem se revelado eficaz é a transformação de vida e valores que Cristo pode operar.

Na realidade, o seu amor opera uma modificação radical no coração do ser humano, transformando o egoísmo em uma atitude de altruísmo vivificante. E você, reconhece esses sintomas e precisa de cura?