Inimizade

share on:

18/07/2018

A inimizade é um sentimento de enfrentamento com o outro. É contrária à amizade e vem acompanhada de algum motivo que “explique” a rejeição. A ideia de inimizade possui dois elementos: normalmente são duas pessoas, mas também podem ser 2 nações ou entidades. Como em todos os sentimentos humanos, existe em graus e níveis diferentes.

Assim, a inimizade pode ser expressa de forma moderada, mas em certas ocasiões, de maneira mais intensa. Do mesmo jeito que o amor e o ódio, a amizade e a inimizade aparecem bastante unidas. De fato, grandes amigos podem se tornar inimigos. A dualidade entre a amizade e a inimizade está presente em todas as áreas das relações humanas como no trabalho, esporte, entre vizinhos ou na família.

A Bíblia diz que devemos ser inimigos do mal, mas amar nossos inimigos humanos. Afirma que nosso verdadeiro inimigo é o diabo. Ele não deseja nosso bem; quer nos destruir: “Sejam sóbrios e vigiem. O diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar.” Está escrito em Primeira Pedro 5:8.
O pecado nos torna inimigos de Deus. Nossos pecados afetam relacionamentos, porque machucamos uns aos outros. Inimizades e conflitos podem colocar nações inteiras umas contra as outras, causando guerras. A inimizade alimenta ódio, brigas, vingança e muitos outros pecados. Jesus veio para trazer reconciliação: com Deus e com as outras pessoas. Quando deixamos Jesus trabalhar em nossas vidas, Ele nos ensina a perdoar e a ver nossos inimigos como pessoas que também precisam dEle, pessoas que devemos amar.

Fontes: conceitos.com/inimizade e respostas.com.br/o-que-e-inimizade-na-biblia

 

Entrevista com o ator Marcos Elias, da companhia de teatro Jeová Nissi. Confira:

 

Exame de sangue identifica indivíduos com chance de desenvolver câncer de pulmão

Um exame de sangue em estudo aumenta a precisão de detecção precoce do câncer de pulmão. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o teste identifica 5 proteínas específicas, chamadas de “biomarcadores”, que podem ser encontradas antes da formação dos tumores.

O estudo foi desenvolvido pela Agência Internacional para Pesquisa sobre Câncer, braço da OMS para pesquisas na área de oncologia. Uma detecção se faz urgente porque o rastreamento atual de câncer de pulmão não diagnostica uma grande fração dos tumores. Enquanto o teste fez a previsão de 63% de futuros pacientes com câncer, a tomografia conseguiu prever o câncer de pulmão em 42%.

Paul Brennan, chefe do departamento de genética da Agência Internacional para Pesquisa sobre Câncer, destacou que “esse é o primeiro estudo que demonstra que marcadores melhoram a identificação de casos futuros de câncer de pulmão.”

O Instituto Nacional do Câncer no Brasil diz que, em 90% dos casos diagnosticados, o câncer de pulmão está associado ao consumo de derivados de tabaco. No país, esse tipo de câncer foi responsável por mais de 24 mil mortes em 2013. Pacientes com câncer de pulmão, segundo o Inca, têm sobrevida de até 5 anos.

Fonte: G1

 

Dez conselhos para vencer o pecado

A tentação em si não é pecado, mas é um convite para transgredir a lei de Deus. Ela pode tornar o pecado atraente. Ela começa com um simples pensamento. Esse pensamento torna-se interessante e começa a apelar para os seus desejos naturais, intensificando-os até o ponto de motivá-lo a agir. Antes que isso aconteça, tome posição:

1 – Reconheça a fonte da tentação. Deus não quer que você peque

2 – Entenda porque Deus o permite ser tentado: o Senhor quer fazê-lo forte e sabe que você precisa enfrentar oposição. Deus quer fortalecer você!

3 – Saiba que Deus limita o nível da tentação que você enfrenta. Ele não permitirá que a tentação seja forte demais. Deus o ajudará a vencer!

4 – Afaste-se dos lugares, práticas, leituras e pessoas que antes o conduziam ao erro. Certos ambientes devem ser evitados a qualquer custo. Cuidado com o tipo de entretenimento que escolhe. Deus quer que você esteja livre de todos os empecilhos a uma vida vitoriosa!

5 – Faça uma consagração completa ao Senhor. Deus quer toda a sua vida.

6 – Lembre-se de que pertence a Deus e possui o seu poder. Deus lhe dará domínio sobre o pecado!

7 – Cuide de sua forma espiritual: meditação bíblica e oração diária darão forças para resistir à tentação. Alimente-se bem, faça exercícios, descanse o suficiente, cuide do corpo. Deus quer que você esteja forte.

8 – Aprenda a resistir a Satanás quando sentir-se atraído por algo que está fora dos limites estabelecidos por Deus.

9 – Fale de sua tentação com um cristão maduro em quem confia. Escolha um amigo para andar junto com você. Tornem se reciprocamente responsáveis. Peça oração quando se sentir fraco.

10 – Se cair, levante-se, confesse o pecado a Deus e receba perdão. Deus purificará o seu coração