Hora do lanche

share on:

16/01/2017

Sabe aquela fome que insiste em surgir justamente nos intervalos entre o café da manhã, o almoço e o jantar? Bem, preencher esses intervalos com pequenos lanches é essencial para manter o organismo em funcionamento.

Quem come demais e errado vai sentir as consequências especialmente depois dos 40 anos, se não antes. O ideal é fazer as refeições balanceadas e evitar sentar à mesa morrendo de fome. Quem fica muito tempo sem comer acaba exagerando. Por isso, um lanchinho no meio da manhã e da tarde cai bem, desde que sua escolha seja saudável.

Com a nutricionista, Camila Pinheiro. Ela fala sobre a hora do lanche

Deus de toda consolação

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação.” II Co 1.3

Temos aqui uma exaltação a Deus narradas pelo apóstolo Paulo em um momento de dificuldades que ele passava em meio a tribulações, mostrando que era consolado. Paulo relata em sua carta que ele e Timóteo passavam por grandes sofrimentos e tribulações. Vemos também em seu relato que eles estavam consolados. E que este consolo tinha um único propósito, consolar os demais para que houvesse conforto e à medida que Deus estava contemplando, era tão abundante que eles podiam consolar a outros.

Paulo faz uma comparação: “Assim como os sofrimentos de Cristo se manifestaram em grande medida, a nosso favor, assim também a nossa consolação transborda por meio de Cristo.” verso 5. Como é isso? Os sofrimentos de Cristo são consolação para os nossos sofrimentos? Os sofrimentos de Cristo nos contemplam com consolação? Exatamente!

Vemos aqui no ensinamento do apóstolo que Deus pai nos consola em Cristo, apontando para os sofrimentos que Cristo passou. Porque os sofrimentos, sua morte e ressurreição, servem de padrão, mediante o qual podemos entender nossos próprios sofrimentos e seu triunfo final. Paulo vê a mão protetora e o propósito de Deus em tudo que acontece. Seja na tribulação ou no consolo.

Estamos vendo que o sofrimento não tem um fim em si mesmo, ele é abrangente e toca todo o corpo de Cristo. Da mesma forma, o consolo e o conforto.

Por isso, antes de orar, medite quem é Deus. Jesus disse: “ E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro consolador, a fim de que esteja sempre convosco, o Espírito da verdade,…” (João 14.16). Deus é a única fonte de consolo e opera neste momento em nossas vidas, das formas mais variadas e diversas. A Trindade, um só Deus, é consoladora, e também pode usar sua vida para consolar outros. O consolo é mais eficaz quando já passamos pela situação e fomos consolados.

O profeta Isaías proclama um mandamento para os que esperam no Senhor: “Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus.” (Isaías 40.1) Para vivermos ligados à videira Cristo Jesus, antes da esperança, precisamos de consolo.

Que o Espírito Consolador nos ensine todas as coisas e nos faça lembrar tudo o que Jesus tem nos dito. João 14.26

Pr. Paulo Cirelli

Universidade Estadual do Rio de Janeiro pode fechar as portas por conta de crise financeira

 A reitoria da Universidade Estadual do Rio de Janeiro afirmou que a grave crise que afeta o estado pode causar o fechamento da faculdade. De acordo com a reitoria, é necessário efetuar o pagamento dos servidores e liberar recursos para que a instituição possa funcionar.

A reitoria afirma que, caso isso não aconteça, as atividades ficarão impossibilitadas nas diversas unidades, incluindo o Hospital Pedro Ernesto.

Em nota, a Secretaria Estadual da Fazenda disse que os funcionários da Universidade vêm recebendo os salários junto com os demais servidores, dentro do calendário de pagamento.