Férias

share on:

06/07/2018

Não importa a área, o cargo ou o trabalho. Férias são sempre férias. O período tão aguardado é garantido não somente pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) como pela própria Constituição Federal de 1988. A Organização Internacional do Trabalho entende que as férias são um direito essencial para garantir a segurança e a saúde do trabalhador.

O artigo 129 da CLT determina que todo empregado tem direito a férias anuais remuneradas. A Constituição Federal de 1988 assegura o mesmo direito e ainda prevê que o trabalhador deve receber um terço a mais do que seu salário habitual. O que a reforma trabalhista, aprovada pelo Senado em julho de 2017, muda é a possibilidade de dividir as férias em três períodos.

A empresa tem o direito de definir o período no qual o funcionário irá tirar suas férias, independentemente da vontade ou concordância do empregado. Já o trabalhador decide se gostaria de dividir os dias de férias ou tirá-los de forma corrida.

No Brasil, o empregado precisa completar 12 meses de vigência do contrato assinado para ter direito às férias. Ou seja: no primeiro ano de contrato assinado o trabalhador não tira férias. Este período é chamado de período aquisitivo. A reforma trabalhista mudou a lei e agora é proibido que as férias se iniciem dois dias antes de feriado ou do repouso semanal remunerado (geralmente gozado aos domingos).

Fontes: epocanegocios.globo.com

 

Entrevista com a turismóloga Maria Aparecida Aguiar Barreira. Confira:

 

Interior e litoral de São Paulo têm atrações para entreter as crianças no período de férias

As cidades de São Carlos, no interior de São Paulo, e Santos, no litoral sul, estão com programação especial durante o período de férias escolares. O Museu de Ciência de São Carlos tem atrações para as crianças. O horário de funcionamento é das 8h00 às 17h00, de terça a sexta-feira. A entrada é gratuita. São 129 experimentos de física divididos em ótica, espelhos, fluídos, mecânica, som, geração de energia e eletromagnetismo.

O Aquário de Santos funciona de terça a sexta, das 9h00 às 18h00, e aos sábados, domingos e feriados, das 9 da manhã às 8h00. A venda de ingressos se encerra 30 minutos antes da hora de fechamento do parque, que não aceita cartões. O ingresso custa R$ 8,00. Estudantes, professores e crianças de 8 a 12 anos pagam meia entrada, com apresentação de documento. A entrada é grátis para menores de 8 e maiores de 65 anos.

Fonte: G1

 

Encontrando Descanso Na Exaustão

O jogo de futebol já foi descrito como 60.000 espectadores necessitando desesperadamente se exercitar, observando 22 atletas precisando desesperadamente de descanso.

Temos muitas tarefas a fazer e isso acontece com qualquer empreendimento: Apresentações, produção de relatórios, demonstrativos financeiros, pesquisas de mercado, entrega de produtos, inventários de estoques, reuniões de equipes, encontros com clientes. Todas as exigências nos mantém em movimento cada vez mais acelerado, com um ritmo que não diminui. Não que seja ruim manter uma agenda cheia. Na maioria das vezes é melhor do que ficar sentado sem nada para fazer.

O problema ocorre quando nos descobrimos reagindo e respondendo tão rapidamente, que não conseguimos tempo suficiente para refletir, restaurar forças e descansar. A tirania do que achamos ser urgente nos prende e faz que sejam negligenciadas coisas verdadeiramente importantes, o que inclui nosso bem estar mental, físico e espiritual.

Certamente fins de semana e férias oferecem oportunidade de descanso. Mas o que acontece quando na segunda-feira à tarde, você sente como se tivesse trabalhado por duas semanas sem folga? Ou então, quando suas férias estão ainda a dois meses de distância? Você simplesmente respira fundo, tenta ignorar sua exaustão e convencer-se: “Eu estou bem”.

A Bíblia fala bastante sobre descanso. Em Gênesis lemos que, após os seis dias da criação, até mesmo Deus descansou. E nos Dez Mandamentos está a ordenação para se observar fielmente o “shabat” – dia semanal de descanso. Além de afirmar a necessidade de descanso, a Bíblia também fala sobre a Fonte maior de descanso: Jesus.

Por que ter descanso? Nossa tendência é pensar que quanto mais tempo e duramente trabalharmos, mais produtivos seremos. Quando nos vemos exaustos emocional e fisicamente, nosso rendimento diminui. Às vezes, a coisa mais “ativa” que podemos fazer é descansar, mesmo que seja por um curto espaço de tempo. Deus pode preencher esta lacuna. “Será inútil levantar cedo e dormir tarde, trabalhando arduamente por alimento. O Senhor concede o sono àqueles a quem ele ama.” Salmos 127.2

Durante seu tempo na terra, Jesus prometeu que traria calma, apesar das tempestades que viriam, dizendo: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso”. Mesmo que você não possa tirar um dia de folga ou uma rápida soneca é sempre benéfico separar um tempo para si mesmo. Faça uma pausa de alguns minutos no que está fazendo e peça a Deus por calma e clareza mental para lidar de modo apropriado com a tarefa que está em suas mãos.

Por: Robert J. Tamasy