Dia do músico

share on:

22/11/2018 – FIQUE POR DENTRO

Talento e dedicação são dois quesitos essenciais na formação profissional da música. Além de ser apaixonado por música, o músico precisa ter bom ouvido, habilidade manual, ser perfeccionista, gostar de pesquisar, trabalhar em equipe, e ter disposição para estudar e praticar bastante.

Para seguir carreira, não é necessário ter diploma. Pode-se cursar um conservatório, frequentar escolas de música ou ter um instrutor particular. Mas para quem quer se aprofundar nos estudos, a universidade é de grande importância para que o músico aprimore suas habilidades no instrumento, aprenda sobre a história da música e também saiba ler e compor partituras e peças musicais.

Fonte: infoescola


Entrevista com Beto Ribeiro, produtor cultural e musical e instrumentista. Confira:

 


Astrônomos descobrem planeta parecido com a Terra

Ele fica “apenas” 6 anos-luz daqui, tem dimensões semelhantes à Terra e está a uma distância de sua estrela parecida daquela entre o nosso planeta e o Sol. Na última quarta cientistas anunciaram a descoberta de um planeta que orbita a estrela de BARNARD e, provavelmente, é rochoso.

Esse é o segundo exoplaneta como são chamados os planetas fora do Sistema Solar mais próximo da Terra já descoberto. Mas é preciso conter a euforia, pois segundo seus descobridores a esfera não possui condições para a existência de vida.

O planeta está na categoria de superterra, ou seja, tem massa maior do que a Terra, mas menor do que os gigantes gasosos do Sistema Solar. BARNARD B, de acordo com os dados disponíveis, deve ter uma massa pelo menos de 3,2 vezes a da Terra e dá uma volta completa em torno de sua estrela a cada 233 dias.

A descoberta foi realizada por um grupo internacional de astrônomos, unidos em dois consórcios internacionais de busca por planetas rochosos, o Red Dots Project e o Carmenes, e acaba de ser divulgada pela revista científica Nature.

Fonte: BBC


O Nome de Deus

“E saberão que o meu nome é o Senhor”. (Jeremias 16.21)

Cada dia que passa estamos presenciando o surgimento de várias seitas e religiões. Geralmente, cada uma que surge, é considerada pelos seus seguidores como boa, e eventualmente ela conduzirá a Deus os seus adeptos.

Todavia, as Escrituras nos ensinam que isto não é verdade. Nenhuma religião é boa o suficiente para conduzir quem quer que seja à presença de Deus. Não é, portanto, a religião que salva.

Se não é a religião que salva, então a pergunta que teríamos fazer é esta: “Quem tem autoridade e poder para me conduzir a Deus?”

Deus está ensinando o profeta Jeremias de que é um ledo engano sair correndo atrás de toda religião. Uns confiam nisto, outros naquilo. Daí a pergunta de Deus: “Acaso fará o homem para si, deuses que de fato não são deuses?” É impressionante constatar que sim.

As pessoas estão adorando coisas no lugar no Criador. Todavia, o que Deus está realmente querendo é que o ser humano confie nele.
Deus assegura a todos nós que ele tem o poder nas mãos. Ele pode capacitar a cada um de nós, mesmo nos momentos mais difíceis das nossas vidas.

Ele pode nos dar a esperança quando nós vemos nenhuma solução para os nossos problemas. Ele pode nos dar a paz para enfrentarmos os momentos mais adversos. Deus é bom, é fortaleza no dia da angústia, é socorro bem presente nas tribulações.

O grande desafio é descansar nos braços de Deus e permitir que ele cuide de você. Evite todo e qualquer envolvimento com religiões e religiosidades. Não prometa nada a ninguém em troca de uma possível libertação. Creia tão somente na graça de Deus.