Culinária

share on:

10/05/2018

A culinária é a arte de cozinhar ou confeccionar alimentos. Arte essa que foi evoluindo com a história da humanidade e possui características diferentes em cada cultura.

A culinária reflete os costumes de um povo, seus aspectos culturais como a religião e a política. Não somente os alimentos, mas também os utensílios e as técnicas utilizados na culinária fazem parte de um acervo cultural particular.

De acordo com as mudanças comportamentais da humanidade, e com a sociedade industrializada – com as pessoas trabalhando longe de casa e sem tempo para cozinhar e fazer suas refeições – surgiu a necessidade da comida rápida – ou fast food.

Em contrapartida, com as alterações nos costumes alimentares das pessoas surgiram novas regras, e até mesmo leis, para a regulamentação da produção e venda dos alimentos.

Existem outras áreas subdivididas da culinária que se ocupam de desenvolver novas técnicas de preparo e estudar a fundo as funções dos alimentos. São elas a nutrição, a dietética e a gastronomia.

No início da humanidade, antes da descoberta do fogo, os alimentos eram basicamente vegetais colhidos nas florestas e animais caçados, e estes alimentos eram consumidos crus.

Com a descoberta do fogo, a culinária mudou, e os alimentos agora cozidos contribuíram para o desenvolvimento orgânico do homem, bem como a descoberta da agricultura e da pecuária.

Fonte: https://www.infoescola.com/artes/culinaria/

 

Entrevista com a chef de cozinha Dayse Paparoto. Ela venceu o primeiro MasterChef Brasil Profissionais, em 2016. Confira:

 

Fóssil de réptil que viveu há mais de 230 milhões de anos é descoberto no Rio Grande do Sul

Um grupo de pesquisadores descobriu uma nova espécie de réptil fóssil pré-histórico, que viveu há aproximadamente 237 milhões de anos. O estudo foi feito por paleontologistas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Universidade Federal do Vale do São Francisco.

A nova espécie teria sido encontrada no município de Candelária, no Vale do Rio Pardo, a 190 quilômetros de Porto Alegre. Como o fóssil foi doado anonimamente para o Museu Municipal Aristides Carlos Rodrigues, em Candelária, não é possível saber com exatidão o local em que foi encontrado.

Porém, os pesquisadores dizem que a análise dos elementos químicos presentes no objeto, as características da espécie e o período de sua formação indicam que é bastante provável que o fóssil estivesse na região. Segundo estudo, o animal faria parte da linhagem que deu origem aos crocodilos.

Fonte: G1

 

Valorizando o Seu Trabalho

Pesquisas indicam que nada menos que 82% das pessoas não gostam do trabalho que fazem no momento. É uma pena que não tenham consciência de que não estão condenadas a serem infelizes por isso.

Esse percentual poderia ser reduzido de modo significativo se fossem postos em prática princípios que Deus apresenta em Provérbios. Se não houver desenvolvimento profissional ou pessoal, qualquer trabalho acabará por se tornar insatisfatório. Ninguém pode sentir-se satisfeito estando estagnado, por isso não pare de aprender.

Aprenda com Deus. Alguns dos professores mais notáveis aprenderam com o melhor de todos os professores: Deus. Ele usou um arco-íris para ensinar segurança a Noé e um arbusto em chamas para ensinar confiança a Moisés. E ainda hoje ele é o melhor de todos os mestres. “Quem examina cada questão com cuidado prospera, e feliz é aquele que confia no Senhor” (Provérbios 16.20).

Aprenda com a crítica. Embora não seja fácil recebê-la, a pessoa sábia ouve e procura discernir a verdade naquilo que foi dito. “Quem acolhe a disciplina mostra o caminho da vida, mas quem ignora a repreensão desencaminha outros” (Provérbios 10.17).

Aprenda com o fracasso. O sucesso não é um bom professor; ele pode ser o resultado de fatores externos, mas quando fracassamos é muito fácil determinar a causa. A questão não é se vamos fracassar – porque todos vamos experimentar o fracasso em algum momento – mas se estamos dispostos a aprender com o fracasso. “Pois ainda que o justo caia sete vezes, tornará a erguer-se…” (Provérbios 24.16).

Guarde sua integridade. A imagem exterior impressiona as pessoas por um momento. Julgamos pela aparência, mas é a integridade que causa uma impressão para toda a vida, pois revela o verdadeiro ser que existe internamente. “O Senhor requer integridade em todo negócio. Ele estabeleceu este princípio” (Provérbios 16.11).

Seja sempre diligente. O conselho mais vigoroso dado em Provérbios sobre a capacidade de valorizar o trabalho consiste na importância da disposição de perseverar nele, mesmo diante de desafios e obstáculos. “Viste um homem diligente na sua obra? Perante reis será posto” (Provérbios 22.29).

Salomão, autor do livro de Provérbios, homem que experimentou tudo quanto a vida pode oferecer, fez esta observação: “Aceitar a sua sorte e ser feliz em seu trabalho é um presente de Deus” (Eclesiastes 5.19).

Crédito: Rick Warren – adaptado