Composição

share on:

03/08/2018 – FIQUE POR DENTRO

Desde antes do Rei Davi e até a Reforma, à colonização das Américas e mesmo nos tempos atuais, a música tem sido uma parte crucial da civilização humana. O processo de composição musical evoluiu ao longo do tempo. As pessoas desenvolveram mais palavras, melodias mais refinadas.

Quando um músico decide escrever alguma canção ou elaborar uma sequência própria de notas, chamamos isso de composição. Trata-se de uma peça original de música feita para execuções repetidas, diferente da música de improvisação, onde cada performance é única. A composição pode ser feita na forma de partitura ou em algum outro método de notação, como as cifras, por exemplo. O artista responsável pela composição é chamado de compositor.

Compor é uma arte, uma arte limitada para músicos com habilidades específicas. Muitos músicos vivem somente da composição e venda para artistas famosos. Existem muitas músicas de artistas renomados que fazem um sucesso gigantesco, mas que não foram escritas por eles. O que os artistas e as produtoras fazem é comprar os direitos autorais da música, possibilitando a produção e comercialização.

Compor exige alguns pontos fundamentais, como inspiração para escrever a letra, conhecimento e habilidade musical, além de harmonia entre a letra e a melodia.

Fonte: aprendapiano.com

 

Entrevista com o cantor e compositor Vavá Rodrigues. Confira:

 

Exposição gratuita no Rio celebra os 60 anos da Bossa Nova

A Bossa Nova está fazendo aniversário! Para celebrar os 60 anos do movimento da MPB consagrado por nomes como João Gilberto, Tom Jobim e Vinicius de Moraes, o Espaço Cultural BNDES, no Rio de Janeiro, apresenta a exposição ‘Bossa 60, Passo a Compasso’. E quem ganha o presente é o público, que não paga para visitar! Idealizada por Valéria Machado Colela e com curadoria do jornalista e crítico musical Tárik de Souza, a mostra traça as mudanças que a Bossa Nova trouxe na interpretação, ritmo, temáticas e estilo na música brasileira, atreladas ao contexto histórico das últimas seis décadas no país e no mundo.

A exposição privilegia a experiência sonora, com ilhas de conteúdo musical distribuídas pelo espaço, onde convergem talentos consagrados e novos do movimento, além de ícones de outras correntes influenciados por ele. O percurso da mostra é pontuado por tópicos. O visitante tem contato ainda com a cronologia da Bossa Nova, desde seu início até os dias atuais, imagens da época, letras e novas linguagens vocais. Através das músicas e registros, são esmiuçadas as transformações ocorridas no país, em paralelo com o Cinema Novo e o teatro de vanguarda, as artes plásticas e a literatura.

‘Bossa 60, Passo a Compasso’ fica em cartaz até o dia 6 de setembro e pode ser vista de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 10 da manhã às 7 da noite. O público ainda tem a chance de participar de visitas guiadas: de segunda a sexta, meio dia e meia, e às quartas e quintas, às 6 e 15 da noite.

Fonte: Catraca Livre

Compartilhando alegria

Compartilhar as alegrias e os sucessos de alguém revela a solidez de uma amizade realmente genuína. Será que você algumas vezes não se enche de inveja em relação a algo muito bom que aconteceu com um amigo? Ou quem sabe você se esqueceu de trazer conforto e ajuda a uma pessoa amiga que enfrentou um eventual desgosto ou infortúnio?

Certamente nem sempre é fácil estar feliz em função daquilo que os outros estão conseguindo ou recebendo: um colega de trabalho que alcançou uma promoção tão desejada; ou um colega de faculdade conseguiu o emprego dos seus sonhos; ou talvez alguém que convide outra pessoa – não você – para umas férias maravilhosas com tudo pago!

Qualquer uma dessas coisas, ou muitas outras, podem fazer com que sentimentos devastadores cresçam dentro de você, a ponto de desejar que seu amigo fracasse e caia de alguma forma.

Pare agora, por um momento apenas. Imagine a maneira como alguém se sentiria se a situação fosse inversa. A solução diante disso é aplicar o mesmo tratamento a todos. Para se ter amigos, antes de mais nada você tem que ser amigo! Não existe sentimento mais devastador do que a inveja.

Não queira o que pertence aos outros; muito menos deseje a experiência dos outros. Viva a sua vida; contente-se com o que você tem; e agradeça a Deus por aquilo que, pela graça dele, você conquistou. Agindo dessa maneira você conseguirá se alegrar com o sucesso dos outros!

“Alegrem-se com os que se alegram; chorem com os que choram.” (Romanos 12.15)