Casamento

share on:

31/05/2018

O casamento é uma das tradições humanas mais antigas e disseminadas pelo mundo. A vida comum envolve o compartilhamento de interesses, atividades e responsabilidades entre as partes envolvidas. As primeiras formas de união eram vistas como ferramentas de manutenção de relacionamentos entre grupos sociais. As sociedades tribais anglosaxãs, por exemplo, viam no casamento uma forma de estabelecer alianças e conquistar aliados.

Até o século XI, os casamentos eram arranjados pelas famílias dos noivos. O consentimento só passou a fazer parte da tradição a partir de 1140 com o Decreto de Graciano, uma obra extensa que trata sobre o direito canônico. A manifestação voluntária em relação à vontade de unir-se em matrimônio tornou-se, no século XII, condição para que o casamento fosse realizado.

Fonte: mundoeducacao.bol.uol.com.br

 

Entrevista com Carmem Velloso, organizadora de eventos. Confira:

 

 

Geleira da Groenlândia guarda informações sobre o Império Romano

A história econômica ano a ano do Império Romano pode ser tão impossível de reconstruir quanto os 107 livros perdidos de Tito Lívio contando a história romana. Contudo, algo parecido com esse registro foi recuperado no local mais improvável: uma geleira no centro da Groenlândia.

O registro não está escrito em latim, mas em chumbo. Emissões do metal geradas pela mineração no norte europeu chegaram à Groenlândia e foram encobertas pela neve. A neve se acumulou, virou gelo e preservou o registro de milhares de anos atrás.

Núcleos de gelo da Groenlândia têm sido usados há muito tempo para verificar a mudança climática. O projeto para mensurar emissões antigas de chumbo em núcleos de gelo teve início com Andrew Wilson, arqueólogo da Universidade de Oxford que estuda economia romana.

Fonte: UOL

 

As Bem-aventuranças do Casamento

Bem-aventurado o casal que continua a demonstrar carinho e consideração um com o outro depois que a empolgação dos primeiros anos passou.

Bem-aventurado o casal que é educado e cortês um com o outro como são com seus amigos.

Bem-aventurados são aqueles que têm senso de humor, pois este atributo é um grande “amortecedor de choques”.

Bem-aventurados são aqueles que amam seus companheiros mais do que qualquer outra pessoa no mundo e que cumprem com alegria seus votos de casamento com uma vida inteira de fidelidade e respeito mútuos.

Bem-aventurados são aqueles que alcançam a paternidade, pois os filhos são herança do Senhor.

Bem-aventurados os cônjuges que nunca levantam a voz para o outro e que fazem de seu lar um lugar onde palavras desencorajadoras são pouco ouvidas.

Bem-aventurado o casal que participa da comunhão cristã e que trabalha junto para a expansão do reino de Deus.

Bem-aventurado o marido e a esposa que sabem lidar com suas diferenças e se ajustam sem a interferência dos parentes.

Bem-aventurado é o casal que tem um completo entendimento das finanças e que conseguiu uma parceria perfeita onde todo o dinheiro está sob o controle dos dois.

Bem-aventurados são o esposo e a esposa que humildemente dedicam suas vidas e seu lar a Deus e que praticam seus ensinamentos sendo leais, amorosos e não egoístas.