Cabelos

share on:

08/08/2018 – FIQUE POR DENTRO

Lisos, ondulados, cacheados e crespos. De muitas cores. O povo brasileiro é conhecido pela miscigenação, o que influencia diretamente nos tipos de cabelos encontrados no país. Ao todo, são oito classificações, o que faz do Brasil o maior em número de variações capilares. Há em média 150 mil fios capilares em uma pessoa adulta. Eles crescem, em média, 1 centímetro por mês.

Os cabelos não servem só como um aliado estético, dando forma e valorizando o rosto. Eles também funcionam como um isolante térmico, que protege a cabeça das radiações solares e da abrasão mecânica. Os cabelos podem ainda ser um indicativo de diversas doenças que se manifestam alterando sua estrutura.

Com o inverno, a estação mais fria do ano, devemos redobrar a atenção com a beleza, uma vez que a pele e os cabelos sempre ficam mais ressecados e frágeis. Isso acontece porque nos dias mais frios há menor produção de glândulas sebáceas. Na maioria das vezes, deixamos o cabelo secar naturalmente no verão, mas durante o inverno é muito comum apelarmos para o secador, já que o ar quente que sai dele é tão reconfortante!

E atenção: a falta de cuidados nesta época vai refletir no seu cabelo nos próximos meses e, com certeza, você vai demorar muito para recuperá-los. A hidratação e alguns outros cuidados são essenciais para manter a beleza dos fios em épocas de baixa temperatura.

Fontes: belezaesaude.com e segredosdesalao.com.br

Entrevista com o cabeleireiro Walter Leal. Confira:

 

Lei que garante amparo médico e psicológico a vítimas de violência sexual completa 5 anos

A lei federal que garante atendimento médico e psicológico às vítimas de violência sexual completa cinco anos neste mês de agosto. Ela prevê que todos os hospitais integrantes do Sistema Único de Saúde (SUS) prestem atendimento imediato. A recomendação é que o serviço comece pelo tratamento das lesões e pela aplicação de remédios. Depois, a equipe de psicólogos avalia caso a caso e determina o tempo de tratamento.

De janeiro a junho de 2018, foram registrados 6 mil casos de estupro apenas no Estado de São Paulo. O aumento é de 15,7% na comparação com o mesmo período do ano passado em que foram registradas 5 mil e trezentas ocorrências. De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, desde 2013, foram mais de 28 mil casos de atendimento às vítimas de violência sexual nas unidades de saúde estaduais. Do total, 85% das vítimas são mulheres.

Fonte: G1


Seus Cuidados

Será que temos que lidar com aflições, tribulações e tentações da vida sozinhos, ou Deus está conosco? Jesus Cristo nos disse o que devemos fazer sobre a preocupação.

A Bíblia nos ensina a lançar sobre Cristo nossas preocupações do passado, presente e futuro. Nossa culpa do passado, nosso presente ansioso e o futuro desconhecido devem ser lançados sobre Cristo. Todo peso e toda ansiedade estão nessas três palavras: passado, presente e futuro.

Para a culpa do passado, Deus disse: “Eu te remi”; “Com amor eterno te amei”; “O sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado”.

Para o presente Cristo diz: “Estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos”. Se aquele que carrega o fardo está conosco, então, por que devemos estar oprimidos por nossos fardos?

‘Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã…’ é o que é dito sobre o futuro: O tédio, a inquietação e a ansiedade se perdem na surpreendente maravilha de sua graça. ‘Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos ou que beberemos ou com que nos vestiremos? Buscai primeiro o reino de Deus.