Benefícios do Mel

share on:

16/03/2017

Benefícios do Mel

Apesar de ser um alimento doce, o mel é um dos únicos alimentos que é rico em carboidrato, minerais e vitaminas importantes para a saúde e também para a pele.

O mel é muito usado no preparo de pratos doces, bebidas e molhos. Pegajoso e doce, este alimento dourado e brilhante pode ser usado para fortalecer o sistema imune, melhorar a capacidade digestiva e até aliviar a prisão de ventre. Mas cuidado, o mel engorda. Uma colher de sopa de açúcar tem cerca de 60 calorias e a mesma medida de mel apresenta 55 calorias.


Com o apicultor, Antônio Padovani Junior. Ele fala sobre os benefícios do mel

O valor da prática

O teólogo católico, Leonardo Boff, ao comentar as ações de Francisco 1º, o papa escolhido para substituir Bento XVI, afirmou que: “O que convence as pessoas não são as prédicas mas as práticas. As ideias podem iluminar. Mas são os exemplos que atraem e nos põem em marcha. Eles  são logo entendidos por todos. As muitas explicações mais confundem que esclarecem. As práticas falam por si.”

Prédicas são afirmações, pensamentos expostos em palavras. Elas têm seu valor. Aprendemos muito com o pensamento verbalizado. No entanto, o ensino que, de fato, permanece é aquele comunicado através da ação.

As pessoas dizem o quem bem entenderem. Palavras são facilmente usadas para mascarar pensamentos, para manipular pessoas. Quando as práticas aparecem, evidenciam quem somos. Não somos definidos por aquilo que dizemos, mas sim por aquilo que fazemos. O velho ditado está correto: um gesto vale mais do que mil palavras.

Grandes mestres do passado não deixaram textos escritos. Eles viveram tornando seus ensinamentos conhecidos através das coisas que faziam. O melhor exemplo que podemos citar é Jesus de Nazaré. Ele mesmo nunca escreveu um texto que tenha sido preservado. No entanto, seus ensinamentos transformaram o mundo e continuam a fazer efeito sobre a vida de milhões de pessoas.

E você, suas ações têm falado mais alto do que suas palavras?

Por Israel Mazzacorati.

Pesquisadores vão extrair óvulos de rinoceronte branco salvar espécie

As duas últimas fêmeas de rinoceronte branco do norte que existem no mundo serão estimuladas hormonalmente para obter óvulos para que possam ser fecundados em um laboratório.

Os óvulos das fêmeas serão depois fecundados com esperma congelado, para tentar obter embriões que serão também congelados. Isto dará tempo aos especialistas para que possam desenvolver a técnica de implantação no útero de uma fêmea de rinoceronte branco do sul, que será a mãe substituta.

Segundo os cientistas, ele é o mamífero do planeta que está em maior perigo de extinção. Existem apenas 5 exemplares na atualidade, que são incapazes de se reproduzirem por meios naturais.