Artes Plasticas

share on:

08/05/2017 – FIQUE POR DENTRO

Do latim ars, a arte diz respeito às criações que procuram expressar uma visão do mundo real ou imaginário.

Embora tradicionalmente a definição das artes plásticas inclua a utilização de materiais maleáveis por parte de artistas que criam suas obras, esta definição apresenta um leque mais amplo de atividades. Para que uma obra seja considerada uma arte plástica, ela deve ser tangível, ou seja, ser real, visível e palpável.

O Dia do Artista Plástico surgiu para homenagear o pintor brasileiro José Ferraz de Almeida Junior, considerado um ícone entre os nomes mais importantes das artes plásticas no século 19, no Brasil. Ele nasceu no dia 8 de maio de 1851, na cidade de Itu, interior de São Paulo.

Entrevista com o artista plástico, Fabiano Millani. Ele fala sobre a profissão de artista plástico, confira:

 

MEC prorroga renovação de contratos no Fies 2017

O Ministério da Educação, o MEC prorrogou em 1 mês o prazo para as renovações dos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil, o Fies. Agora, o processo, que estava previsto para terminar no dia 30 de abril, pode ser feito até o dia 31 de maio. A renovação, feita na página do SisFies, o sistema do programa, vale somente para contratos formalizados até o dia 31 de dezembro de 2016.

O aditamento teve início em 16 de janeiro, logo após as instituições de ensino superior privadas, inserirem os dados cadastrais do aluno no sistema. A expectativa do MEC é que mais de 1 milhão de estudantes renovem os contratos. Vale ressaltar que o processo é obrigatório e acontece semestralmente.

Não Fuja dos Desafios!

Os japoneses sempre adoraram peixe fresco, mas as águas perto do Japão não produzem muitos peixes há décadas. Assim, para alimentar a sua população, os japoneses aumentaram o tamanho dos navios pesqueiros e começaram a pescar mais longe. Só que levava mais tempo para os peixes chegarem, eles não eram tão frescos e ninguém gostava.
Para resolver este problema, as empresas de pesca instalaram congeladores em seus barcos. Eles pescavam e congelavam os peixes em alto-mar. Os japoneses conseguiram notar a diferença entre peixe fresco e peixe congelado e é claro, eles não gostaram do peixe congelado. As empresas de pesca instalaram então, tanques de peixe nos navios pesqueiros. Eles podiam pescar e enfiar esses peixes nos tanques, como “sardinhas”. Depois de certo tempo, pela falta de espaço, os peixes paravam de se debater e não se moviam mais. Eles chegavam vivos, porém cansados e abatidos. Os japoneses ainda podiam notar a diferença do gosto, porque perdiam o gosto de frescor. Os consumidores japoneses preferiam o gosto de peixe fresco e não o gosto de peixe apático.

Como os japoneses resolveram este problema? Como eles conseguiram trazer ao Japão peixes com gosto de puro frescor?

Quando as pessoas atingem seus objetivos, quando encontram uma namorada maravilhosa, quando se casam, quando começam com sucesso numa empresa nova, quando pagam todas as suas dívidas, ou o que quer que seja, elas podem perder as suas paixões.

Podem começar a pensar que não precisam mais trabalhar tanto, então, relaxam. Elas passam pelo mesmo problema de quem ganhou muito dinheiro por herança, ficou famoso ou entediado.

Para esses problemas, inclusive no caso dos peixes dos japoneses, a solução é bem simples. Um pensador disse: “O homem progride, estranhamente, somente perante a um ambiente desafiador”.
Quanto mais inteligente, persistente e competitivo você é, mais você gosta de um bom problema.

Se seus desafios estão de um tamanho correto e você consegue, passo a passo, conquistar esses desafios, você fica muito feliz. Você pensa em seus desafios e se sente com mais energia. Tem vontade de tentar novas soluções. Diverte-se.

Para conservar o gosto de peixe fresco, as empresas de pesca japonesas ainda colocam os peixes dentro de tanques, nos seus barcos, mas também adicionam um pequeno tubarão em cada tanque. O tubarão come alguns peixes, mas a maioria dos peixes chega “muito vivo” e fresco no desembarque. Tudo porque no tanque os peixes são desafiados e lutam pela vida.

Portanto, ao invés de evitar desafios, pule dentro deles. Se são grandes e numerosos, não desista, se reorganize! Busque mais determinação, mais conhecimento e mais ajuda. Se você alcançou seus objetivos, coloque objetivos maiores. Se suas necessidades pessoais ou familiares forem atingidas, vá ao encontro dos objetivos do seu grupo, da sociedade e, até mesmo, da humanidade. Ponha um tubarão no seu tanque e veja quão longe você realmente pode chegar.

 

Eclesiastes 9:10 nos diz: “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças…”