Apresentador de janeiro – Nelson Bomilcar

share on:

Sons do Coração, palavra e vocação: saiba mais sobre Nelson Bomilcar, apresentador de janeiro da Trans Mundial

Quem ouve Nelson Bomilcar em “Sons do Coração”, programa que completa 15 anos no ar em agosto de 2020, talvez não imagine o quão brincalhão o apresentador de janeiro da RTM é. Entre risadas e momentos de lembranças, Nelson falou sobre o início do programa, em Vancouver, no Canadá, história com a RTM e momentos marcantes da vida.

Aos 64 anos, Nelson acumula ainda as funções de cantor, músico, compositor, produtor musical, multi-instrumentista, arranjador e escritor brasileiro. Natural de São Paulo, a arte foi influência para ele desde cedo. A mãe, Laura, pianista, violonista e cantora de rádio e seu irmão mais velho, Roberto, maestro, arranjador, pianista foram inspirações desde a infância de Bomilcar. Dora Bomilcar, outra irmã de Nelson, também é apresentadora da RTM e está à frente do “Entre Amigas”.

“Sons do Coração” foi iniciado por Nelson Bomilcar em Vancouver, Canadá

Vencedores por Cristo

Após a sua conversão, em 1972, Nelson passou a fazer parte da missão Vencedores por Cristo, um dos grupos pioneiros da música cristã no Brasil. Foi neste período que conheceu muitos parceiros de composições como Guilherme Kerr Neto, Gerson Ortega, João Alexandre, Adhemar de Campos e Asaph Borba, entre tantos outros.

Nelson participou da produção dos álbuns “De Vento em Popa” (1977), “Tanto Amor” (1980), dois trabalhos históricos do Vencedores por Cristo. Além disso, ele participou em mais de 150 álbuns como produtor / cantor.

História com a RTM

Ao falar sobre a RTM, Nelson não esconde o saudosismo. “A minha história com a RTM começa décadas atrás com o meu professor Edmund Spieker (primeiro secretário-executivo da RTM entre os anos de 1968 e 1983) e com a Marli Spieker que chegaram ao Brasil e ajudaram a estruturar a Rádio Trans Mundial. Ele me deu uma aula na Faculdade Teológica Batista, em São Paulo. Ali começou o nosso relacionamento. Eu sou filho de cantora do rádio. Depois, eu comecei o programa (“Sons do Coração”) em Vancouver, quando morei no Canadá por dois anos, transmitido pela Rádio Transcultural. Quando voltei ao Brasil, fui acolhido pela Rádio Trans Mundial para um programa de adoração, de reflexão, de arte, música e cultura que eles queriam na grade para que ajudasse a ampliar a visão da igreja brasileira em relação à adoração e à arte a serviço do Reino de Deus”, comentou Nelson.

15 anos de Sons do Coração

Dos 50 anos de Trans Mundial, a serem completados em 5 de fevereiro, o “Sons do Coração” caminha para chegar aos 15 na grade RTM. O programa, transmitido também em países falantes de Língua Portuguesa, tornou-se uma referência em rádio por causa da riqueza de conteúdo musical e de entrevistas durante os 15 anos no ar.

“A gente sempre quis convidar a igreja a refletir sobre todos esses ventos novos que chegam ao Brasil no universo da adoração, que é, muitas vezes, confundida com música. Nosso programa quis quebrar este paradigma. Adoração envolve nosso estilo de vida semelhante a Cristo. A música, é claro, é importante para isso e a arte também. Tudo isso contribui para a missão da igreja e para a evangelização”, disse o apresentador. Entre as gravações, risadas com a equipe da rádio e boa conversa com os entrevistados. A criatividade e a visão ampla que Bomilcar tem do cenário cristão brasileiro são as bases da atração que ele apresenta com tanta dedicação como se fosse a edição de número 1.

O retorno dos ouvintes marca muito Bomilcar. Uma de suas lembranças é de um jovem brasileiro que se alistou no exército americano e que lutou no Iraque. “Ele me relatou que era um bálsamo para ele ouvir o programa em meio ao forte conflito. Ouvir a boa música brasileira trazia muito encorajamento e consolo a ele”, explicou.

Músicas e livros

“Cantai ao Senhor, um cântico novo, cantai ao Senhor todas as terras. Cantai ao Senhor bendizei o seu nome, proclamai a sua salvação”. Você já deve ter ouvido esta música em algum momento da sua caminhada cristã. Sabia que “Cantai ao Senhor” (Salmo 96) é uma composição de Nelson Bomilcar? A música foi composta durante a passagem pelo Vencedores.  

Outras canções conhecidas surgiram pela caminhada musical dele. Uma delas foi “Salmo 115”, fruto de parceria com Guilherme Kerr.

Na parte literária, Nelson também destaca-se por suas obras. Ele escreveu “Os Sem Igreja”, que trata dos desafios de viver a obediência a Cristo em comunidade. Ele também organizou “O Melhor da Espiritualidade Brasileira”, vencedor do prêmio Areté e relançado em 2019. Na companhia de Luiz Sayão e Itamir Neves, escreveu “A Hora da Restauração”.

Mensagem final

Para o público, Nelson deixa uma mensagem especial. “Espero continuar pelos próximos 15 anos ou mais na Rádio Trans Mundial e continuar interagindo com o público nas edições ao vivo do ‘Sons do Coração’. A RTM tem trabalhado para diversificar a sua programação e atingir a diversas faixas etárias. Tudo isso sempre com respeito ao ouvinte e, de forma equilibrada, levado o Evangelho às pessoas pelas ondas do rádio das retransmissoras e pela força da internet”, concluiu.