share on:
Fábio Zamana. Alegria, boas histórias e fé

Locutor envolve os ouvintes e anima as manhãs e madrugadas da Rádio Trans Mundial

É madrugada! Mesmo assim, ele chega alegre. Com o sorriso largo e a voz forte, Fábio Zamana anima as madrugadas da Rádio Trans Mundial. Das 3 às 9 horas da manhã comanda os microfones, apresenta o programa Pensando Verde e quando o ponteiro do relógio marca 8 da manhã, inicia o Fique Por Dentro ao lado da jornalista Paula Ferreira. Risadas altas e conversas engraçadas marcam as manhãs da RTM. “Ele chega bem cedo aqui, muitas vezes cansado, mas sempre com um sorriso no rosto”, observa a companheira de trabalho.

Se você pensa que de madrugada tudo é silencioso, enganou-se. Zamana, atualmente com 35 anos, compartilha histórias pessoais, peripécias de sua filha Luísa, de 3 anos, e escuta as histórias de diversos ouvintes. “A gente conversa e tem intimidade. A interação é muito maior do que em outras rádios”, explica o locutor. Fábio lembra que já ganhou uma festa surpresa e que, em um dia comum, ficou muito feliz quando chegou ao trabalho e encontrou presentes de diferentes regiões.

Além da diversão, fazer a locução neste horário é para ele um grande desafio. “Tem muita gente que ouve a rádio na madrugada, pessoas trabalhando, muitas vezes pessoas que estão passando por situações difíceis”, conta. São 26 rádios afiliadas na madrugada. O alcance é grande e a responsabilidade também. Segundo ele, falar com os ouvintes do Brasil e do mundo exige atenção e carinho.

Ele é conectado! As redes sociais são o principal meio de relacionamento de Fábio Zamana com os ouvintes

Desde a adolescência, Zamana esteve envolvido com locução. Com 15 anos já fazia parte da rádio comunitária da Igreja Presbiteriana de Interlagos (SP). Foi assim que escolheu fazer jornalismo. “Os ouvintes enviavam bilhetes pedindo músicas, era muito legal”, lembra.  Ele passou por outras emissoras, outros trabalhos e pelo táxi. Táxi? Isso mesmo! Foi sobre quatro rodas que sua história com a RTM começou.

Após seu pai, Elso, sofrer um infarto, Fábio se viu diante de grandes responsabilidades. “Isso mudou a minha história, tive de amadurecer, minha vida mudou radicalmente”. Durante um tempo, frustrado por não encontrar um emprego na área, passou a apresentar voluntariamente o jornal da noite no Senac, onde conheceu Renata Burjato, que depois de uma carona lhe apresentou a RTM. “Naquele dia eu orei pedindo a Deus que usasse minha vida para abençoar outras pessoas”, lembra a locutora.

Ao longo destes 8 anos na RTM, muita coisa mudou. Fábio constituiu uma família com a esposa Andréia. Passou pela faculdade de canto e faz parte do ministério de louvor de sua igreja. Para cuidar da saúde, corre, prepara os próprios pães de queijo “low carb” e nada. “Tem cinco anos que eu faço natação e amo. Indico para todo mundo”, comenta entusiasmado.

Para Fábio Zamana, os ouvintes também são como uma família. Sente-se realizado! E conta que acha incrível o modo como Deus escreve histórias. “Eu me sinto um instrumento. É isso que nós somos na RTM. Instrumentos vivos que Deus usa para abençoar a vida de muitas pessoas.”