share on:

Entendendo a Bíblia e o chamado para a África: bate-papo com André Castilho, apresentador de outubro

O objetivo é não deixar gente com dúvidas na nova temporada do “Entendendo a Bíblia”, que estreia dia 7 de outubro (0h30), com nova formação. André Castilho passa a dividir os microfones com o pastor Itamir Neves e com a apresentadora Renata Burjato. Em pauta, temas como arrebatamento, escatologia, casamento e questão de gênero discutidos a partir de dúvidas dos ouvintes da Rádio Trans Mundial. A atração vai ao ar de segunda a sexta e terá reprises ao longo da programação.

Aos 35 anos, André sabe da responsabilidade que é ensinar. Cresceu entre os bancos da Primeira Igreja Batista (PIB) de São Caetano do Sul, no ABC, onde o pai, Sebastião Neto, é pastor. Desde cedo teve o exemplo dentro de casa. Na atualidade, dá aulas na Escola Bíblica Dominical (EBD) da igreja, além de participar do ministério de louvor.

O discipulado é algo muito importante na vida de André. “Em 2001, quando tive a confirmação do meu chamado, durante um culto, pude entender que Deus queria que eu trabalhasse com missões, discipulado e com a comunicação”, disse. Na ocasião, ele tinha 16 anos. Formou-se em Rádio e TV pela Universidade Metodista de São Paulo e chegou à Rádio Trans Mundial, como estagiário, em 2005. 

Itamir Neves, André Castilho e Renata Burjato tiram as dúvidas dos ouvintes da RTM passando por diversos livros no “Entendendo a Bíblia”

Desde então, muita coisa aconteceu. O novo desafio agora é apresentar, ao lado do capelão da RTM, pastor Itamir Neves, por quem não esconde a admiração, a nova temporada do “Entendendo a Bíblia”. “O ‘Entendendo’ foi feito para complementar o programa ‘Através da Bíblia’, em versão menor e com perguntas de ouvintes. As respostas vêm a partir de um passeio pelos livros bíblicos. A ideia do pastor Itamir era que eu e o Israel Mazzacorati fizéssemos o conteúdo junto com ele”, comentou.

A cada edição, uma pergunta de ouvinte enviada por e-mail vai ser trabalhada durante o programa inteiro. Além do “Entendendo a Bíblia”, onde faz a produção, André está no ar com “Conversando com Luiz Sayão” e no “180 Graus”. 

Luiz Sayão, a quem chama carinhosamente de professor, e Itamir são referências de André. “Eu gosto muito do compromisso que o Sayão tem com o estudo bíblico e o amor à Palavra que o Itamir tem. Eles são duas grandes referências e pessoas que admiro. Tenho carinho e admiração por outras que passaram ou que fazem parte da Trans Mundial e seria injusto citar todas porque eu poderia esquecer de alguém”, destacou.

André, além de apresentador, é diretor de Produção de Conteúdo da RTM. Ele é quem coordena as produções e a programação que chegam aos ouvintes de todo o Brasil e do mundo pela internet. 

As novas ferramentas de comunicação são as grandes aliadas da RTM, prestes a completar 50 anos, em 2020, no objetivo de proclamar o Evangelho de Cristo às pessoas. No momento, os podcasts (arquivos digitais de áudio que podem ser ouvidos offline) são uma aposta para avançar com as mensagens das boas novas. “O desafio maior é se manter relevante na proclamação do Evangelho e na internet temos ferramentas importantes, como os podcasts e as redes sociais. É fundamental ter um olhar na tecnologia e poder trabalhar com temas relevantes no ponto de vista missionário”, acrescentou Castilho. Os programas “Família Hoje” e “Na Contramão”, os primeiros em podcast, já estão disponíveis no Spotify. O objetivo é que estas e outras atrações cheguem logo a mais agregadores.

Missões, por sinal, fazem o coração de André bater diferente. Aquele culto, em 2001, que mostrou a ele a direção de que trabalharia pelo Reino de Deus a partir da comunicação também fez despertar um chamado. Na ocasião, a missionária que visitava a PIB de São Caetano fez um apelo aos presentes para levantar ajuda ao filho, que estava montando uma rádio em Guiné-Bissau. Em 2011, quando casou com Karoline (32), com quem tem o pequeno Fernando (4), os dois tinham a intenção de ir para a África. O chamado não foi esquecido, mas André entendeu que é possível fazer missões de outra forma. “Eu entendi que fui chamado por Deus para trabalhar nos meios de comunicação de massa através do rádio com discipulado e evangelização onde quer que eu esteja. A área de comunicação é a minha ferramenta onde eu estiver. Tenho um carinho muito grande pela África. Não sei se um dia eu ainda vou para lá, mas como eu estou em relação a missões transculturais? Estou pronto. A hora que Deus falar para eu ir, eu vou”, afirmou.

André ajudou na intermediação para que dois projetos missionários importantes surgissem neste ano: Missão Itália e Missão Portugal. Por meio desta iniciativa da Rádio Trans Mundial, que vai enviar os casais Paula Ferreira e Walter Fernandes à Itália, e Joyce e Ruben Pirola a Portugal, o evangelho vai ser levado a dois países europeus conhecidos pelo baixo número de cristãos protestantes, poucos pastores e forte avanço de religiões como o islamismo, por exemplo. “A Europa está na era pós-cristã e precisa receber a mensagem de Deus”, analisou. 

Mensagem final

André ressalta que devemos refletir a Cristo por meio de nosso testemunho diário. “Quem é discípulo de Jesus tem um chamado. Se você tem uma profissão tida como rotineira, Deus te usa como você é, para que possa testemunhar e faça a sua atividade com alegria, com ética, servindo e glorificando a Deus, de modo a adorá-Lo. Isso é um testemunho para as pessoas que vão ver e receber o seu trabalho. Eu tenho entendido cada vez mais, como está lá em Atos 1:8, que devemos ser fiéis até a morte como testemunhas de Jesus”, finalizou.