Achados e perdidos

share on:

04/05/2017 – FIQUE POR DENTRO

Perder um celular, um livro da faculdade, a carteira… Só quem já se viu diante nesta realidade, sabe o quão desagradável é ter que gastar novamente para repor o mesmo item ou enfrentar toda burocracia e tempo para refazer documentos e cancelar cartões bancários. Mas agora uma plataforma colaborativa chamada “Perdi mas Achei” quer ajudar a resolver esta situação.

O “Perdi mas Achei” é uma rede social brasileira que pretende devolver objetos encontrados para seus verdadeiros donos, como um achados e perdidos virtual. Para isso, ela promove o encontro entre quem está com o item, e quem está procurando. É possível buscar por seus documentos, chaves e até bichinhos de estimação. A plataforma deve funcionar principalmente em grandes eventos, como shows e festivais.

Com a blogueira, Ana Carolina. Ela fala sobre dicas de organização pessoal

 

Ovos de dinossauros são encontrados na China

Trabalhadores chineses encontraram 5 fósseis de ovos de dinossauros em um canteiro de obras. A descoberta foi realizada na cidade de Foshan, na China. De acordo com um dos arqueólogos responsáveis, os ovos pertencem a dinossauros herbívoros.

Os fósseis estavam encrustados em arenito a mais de 7 metros do solo, e, apesar de 3 não estarem inteiros, 2 estavam mais conservados. Os ovos têm em torno de 13 centímetros de diâmetro e foram enviados para o museu local para análise.

O objetivo é determinar a sua idade exata e a qual espécie pertence. A descoberta também tem que ser validada por outros pesquisadores da área antes de ter os resultados científicos comprovados.

Luz do Mundo

“…Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida.” (João 8.12)

Diz a lenda que o Sol foi convidado para visitar a terra. Os conselheiros disseram: Não vá. A terra é obscura, cheia de becos e lugares escuros. Lá há cavernas e desfiladeiros totalmente sem luz.

O sol não deu ouvidos e concretizou a visita. Voltou convicto e anunciou: Não vi nenhuma destas regiões ou lugares escuros. Aonde eu fui havia luz.

A conclusão deste episódio é fácil de interpretar. Acontece que o Sol tem luz própria e não importa o lugar que esteja, haverá luz. A luz é de extrema importância e ela participa da vida, e sem ela perecemos.

Jesus ao pronunciar “Eu sou a luz do mundo”, declarou a importância dele em nossas vidas. A luz ilumina os caminhos, dissipa as trevas e nos faz enxergar  tudo como realmente é. As trevas não resistem à luz. Não há lugares ou situações de escuridão que não venham  clarear com a chegada da luz. A luz revela o que é e confirma o que não é. A luz apazigua os corações e nos faz ver a verdade. Jesus nos convida a sermos luzeiros neste mundo.

Quando Saulo de Tarso ia para Damasco e teve um encontro com Jesus, ele viu a luz. “Ao meio dia, ó rei, indo eu  caminho fora, vi uma luz no céu, mais resplandecente que o sol, que brilhou ao redor de mim e dos que iam comigo…Então eu perguntei: Quem és tu, Senhor? Ao que o Senhor respondeu: Eu  sou Jesus, a quem tu persegues.”

Este momento mudou a vida de Saulo, que andava em trevas perseguindo a Igreja de Jesus. Daí por diante ele passou a ser luz. Por onde ia, refletia a luz de Jesus.

Quando seguimos a Jesus, também somos luz. Não luz independente e isolada, somos reflexos da luz verdadeira e única. Refletimos a luz de Jesus, caminhando em seus ensinamentos, amando o que deve ser amado e fazendo o que deve ser feito. O mundo não tem luz, precisa ser iluminado.

Quer ser luz? Convide Jesus para iluminá-lo. Já é luz? Ilumine, faça o mundo ver e reconhecer sua luz. Fazer o bem é ser luz, amar o próximo é ser luz, obedecer a Palavra de Deus é ser luz, ser honesto é  ser luz, estender as mãos aos necessitados é ser luz. Nenhuma treva prevalecerá onde houver luz.

“Desperta, ó tu que dorme, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará.”Efésios 5.14.