share on:
Img_IconeBaixar_680px

15 de Novembro de 2020

Leitura Bíblica: Lucas 15.11-32

Sabemos que todos são aceitos por Deus somente pela fé em Jesus Cristo (Gl 2.16a, NTLH).

Ouvi a parábola do filho perdido pela primeira vez quando era ainda adolescente. Confesso que na época considerei injusto o pai da ilustração, que representa Deus, concordando com a reclamação do filho mais velho. Hoje, no entanto, compreendo perfeitamente o porquê: eu era como o filho mais velho.

Assim que aprendi a ler, minha mãe dedicou-se a me ensinar o Pai Nosso, o Credo Apostólico, os mandamentos e algumas histórias bíblicas. Mas só na minha adolescência meus pais se entregaram realmente a Jesus e então passaram a buscar mais entendimento na Palavra. Eu, porém, compreendia a Bíblia apenas a partir das exigências, e não da graça. Quando via jovens da minha idade namorando, contando piadas indecentes, colando na prova, eu os condenava e desprezava, em vez de ter compaixão. Só aos 19 anos, já no seminário de teologia, é que enfim conheci a graça de Deus. Compreendi, pela Palavra, que eu era como o filho mais velho. Desfrutava da bondade de Deus, tinha aparência de cristão fervoroso, mas não conhecia o Senhor, porque julgava as pessoas. E quem julga, não ama e não conhece a Deus, porque Deus é amor.

É importante entender que essa parábola, ainda que dedique muitas linhas ao filho mais novo, é dirigida principalmente aos “filhos mais velhos”. Deus quer que nos relacionemos com ele não pela religiosidade ou pelas boas ações, mas somente pela sua graça demonstrada na cruz de Jesus. Isso nos livra do sentimento de orgulho por um suposto mérito nosso e nos faz compreender que toda obediência a Deus só é válida quando é feita como resposta da fé. Enquanto pensarmos que Deus deve nos recompensar pela nossa obediência, ainda estaremos muito longe dele e de seu amor. – André Luís Selent

“Sem fé é impossível agradar a Deus” (Hb 11.6a).


O Presente Diário 23 possui diversos formatos para você acompanhar o devocional todos os dias de 2020. Conheça os diversos formatos nesse link!