Compartilhe em:

Img_IconeBaixar_680px

 

29 de novembro de 2018

Leitura Bíblica: Rute 2.1-13

A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores… Ao contrário, esteja no ser interior, que não perece (1Pe 3.3a,4a).

O livro de Rute é um romance que se distingue das histórias de amor comuns: não contém nenhum verso, nenhuma palavra, absolutamente nada sobre a aparência física do casal central. Ainda assim, quem lê o relato invariavelmente acaba torcendo por eles. O que haveria de tão cativante neles, afinal? ]

Rute era estrangeira em Israel, e vinha de Moabe, um povo conhecidamente idólatra. No entanto, é descrita como uma mulher misericordiosa, humilde, serena, submissa às regras e costumes do povo em cujas terras fora viver. A postura de Rute na leitura de hoje reflete bem as suas qualidades: trabalhadora, esforçada e, acima de tudo, grata. Aparentemente, não agiu assim com o objetivo de impressionar, o que só destacava ainda mais a raríssima beleza de seu caráter. Rute provavelmente jamais imaginaria que Boaz, um homem rico e influente, pudesse interessar-se por ela. Mal sabia ela que ser humilde e benevolente a revestiria de uma beleza irresistível. Com uma vantagem adicional: não precisaria de maquiagem, cremes ou cirurgias para conservar-se com o passar do tempo.

E Boaz? Também não sabemos se era alto e bonitão. Não se sabe nem mesmo a idade dele. Mas vemos que ele tratava bem quem trabalhava para ele. Mais tarde, o relato mostra que ele era atencioso, respeitoso e sábio. Conhecia bem as suas responsabilidades e cumpriu-as com disposição e até alegria.

Pessoas como Rute e Boaz são amadas e respeitadas onde quer que estejam. Não há rugas, sobrepeso, roupa simples ou outros traços físicos que consigam disfarçar suas qualidades. Quem não iria querer ser como eles? Por natureza, provavelmente nunca conseguiríamos – mas podemos contar com a ajuda de Deus para nos transformar nesse sentido. – MJT/DK

Ninguém é belo como Rute e Boaz por natureza – só o Espírito Santo consegue fazer esse milagre!