share on:
Img_IconeBaixar_680px

13 de Maio de 2020

Leitura Bíblica: Mateus 23.1-11

…mas [Cristo Jesus] esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens (Fp 2.7).

U ma das maiores manchas da História certamente é o período escravagista, em que milhares de homens e mulheres foram destituídos de sua vida, dignidade e liberdade e trazidos da África para o Brasil sem ter a chance de dizer não. A escravidão coloca o ser humano numa condição de subserviência e privação. Foi e é inaceitável.

É interessante que, quando Jesus veio ao mundo, ele escolheu não apenas nascer – tornar-se ser humano –, mas ser um homem pobre oriundo de uma região pobre. Não apenas isso, mas se apresentou com uma atitude de servo (palavra bonita para significar escravo). Paradoxalmente, ao fazer-se homem Jesus revelou o caráter do Deus Todo-poderoso que se torna escravo: o Rei Servil.

Ao referir-se à elite religiosa moralista de sua época, Jesus adverte para que não fossem imitados, por conta de sua empáfia, falsidade e seu intenso desejo de reconhecimento. Ao contrário, desafia seus seguidores a se assemelharem a ele, propondo que mesmo quem fosse o mais importante em qualquer aspecto (social, cultural, econômico, religioso ou moral) se fizesse, como ele, menor que os outros. Ser forçado a tornar-se escravo é inaceitável. Porém, tornar-se um por opção – no sentido existencial – demonstra grandeza.

O evangelho de Jesus sempre subverte a ordem das coisas, contesta o status quo, inverte o padrão estabelecido. A proposta de Cristo é de servir ao outro, ao que não merece, ao que é, humanamente falando, inferior a mim – ou igual ou superior. E não há demérito nisso. Há sim, libertação, pois somente quem é plenamente livre pode abrir mão de sua aparente grandeza e servir a alguém, principalmente quem não pode nos beneficiar. Em nosso mundo, há muita gente querendo ser o primeiro! Mas a proposta de libertação de Jesus é sermos os últimos – como qualquer servo teria de ser. Há alguém disposto a dizer sim?! – Wanderley de Mattos Júnior

Serve a Jesus quem serve ao próximo.


O Presente Diário 23 possui diversos formatos para você acompanhar o devocional todos os dias de 2020. Conheça os diversos formatos nesse link!