Compartilhe em:

Img_IconeBaixar_680px

 

04 de janeiro de 2019

Leitura Bíblica: Jeremias 12.16;14-17

Tu és justo, Senhor, quando apresento uma causa diante de ti. Contudo, eu gostaria de discutir contigo sobre a tua justiça. Por que o caminho dos ímpios prospera? Por que todos os traidores vivem sem problemas? (Jr 12.1)

Em nossos dias, muitas pessoas sofrem de diversas formas. A depressão e a ansiedade são problemas mundiais. As notícias sobre a violência chegam diante dos nossos olhos a todo instante, em virtude da avançada tecnologia. A insegurança aumentou em algumas regiões devido ao terrorismo, ao desemprego, à migração dos que buscam fugir das guerras e não têm onde ficar.

Ao ler o texto de hoje, podemos nos sentir admirados por ver um homem tão preparado espiritualmente interrogar a Deus daquela forma. Ao mesmo tempo, ele nos traz consolo: não estamos sozinhos no sofrimento. Infelizmente, muitos que estão aflitos e depressivos recebem dos outros um julgamento insensível, muitas vezes em virtude de ideias falsas sobre os sentimentos ruins ou sobre a própria vida cristã. Às vezes são até desestimulados a buscar um tratamento que ajude a vencer seus problemas.

A pergunta feita pelo profeta Jeremias no v.1 vale até hoje; no v.4, lemos que há tanta maldade nos humanos que até os animais morrem por causa dela. O erro está em querer submeter Deus à lei de causa e efeito: “Se Deus é justo, como pode um filho seu ficar doente, perder o emprego ou a geada destruir sua colheita?” A resposta que procuramos quanto ao sofrimento e as (aparentes) injustiças da vida apareceu séculos depois, quando Jesus foi indagado sobre quem era culpado da cegueira de um homem e respondeu: “Isto aconteceu para que a obra de Deus se manifestasse na vida dele” (Jo 9.3b).

As dificuldades e sofrimentos são oportunidades para que vejamos o que Deus está fazendo. Basta olhar para o exemplo de Jesus: o fato de ter passado por tão grande dor na cruz resultou em glória a Deus e beneficiou a todos os que creram nele! – MJT

Faça como Cristo: glorifique a Deus também no sofrimento.