share on:
Img_IconeBaixar_680px

25 de Março de 2020

Leitura Bíblica: Mateus 15.1-11

Jesus dizia a todos: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue- se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me” (Lc 9.23).

Às vezes, Jesus dizia e fazia coisas muito difíceis de entender e aceitar. Sua fala com frequência era muito radical, usando palavras como sofrimento, rejeição, perseguição, morte. Nem seus discípulos estavam preparados para isso. Teria sido bem mais emocionante assistir apenas a curas e milagres, mas o Senhor deixou claro que, para ele, o plano incluía submeter-se a uma morte humilhante e cruel (Lc 9.22). E, logo em seguida, demonstra que a vida dos seus seguidores exigiria o mesmo tipo de abnegação e entrega totais (veja o versículo em destaque).

A leitura bíblica indica que o problema está na nossa seletividade. Escolhemos como e por quanto tempo obedecer a ele, que renúncias são aceitáveis, mas a vida cristã não pode ser levada dessa forma. Ou abraçamos a cruz dia após dia, ou nada feito. Jesus não ficará mais contente nem mais satisfeito conosco se tentarmos provar nossa piedade com jejum, bons comportamentos e atitudes temporários. Veja bem: não há nada de errado nessas práticas, mas para Jesus só terão real significado se fizerem parte da nossa vida todos os dias. Se o amarmos com ou sem jejum. Se amarmos o próximo quer os outros vejam isso ou não. Nossos atos de bondade não nos tornam mais especiais diante de Deus, mas devem ser o fruto de uma vida submissa a ele, obras que brotem da nossa fé (Tg 2.22,26). O que o Senhor espera é santidade (1Pe 1.16), pois sem ela não o veremos (Hb 12.14).

Tudo o que fizermos é inútil se uma vida submissa à cruz de Cristo não for nossa realidade do nascer ao pôr-do-sol, por todos os dias que vivermos nessa terra, até o momento de nos encontrarmos com o Senhor. Então, enfim, ele entregará a seus filhos a coroa prometida. Até lá, é a cruz, e nada mais. – Fernanda Bispo M Oliveira

O cristão não vive a cruz para obter salvação, mas porque já a recebeu, e isso faz tudo valer a pena.


O Presente Diário 23 possui diversos formatos para você acompanhar o devocional todos os dias de 2020. Conheça os diversos formatos nesse link!