share on:
Img_IconeBaixar_680px

27 de Fevereiro de 2020

Leitura Bíblica: Gênesis 39.1-10

O fruto do Espírito é … domínio próprio (Gl 5.22,23a).

É comum as pessoas confundirem liberdade com libertinagem: você pode tudo que o faça feliz. Será que restou algum limite válido ou até mesmo necessário? Lembro de um aluno que agrediu professores e diretores de uma escola e, ao ser levado para uma sala de espera, ainda quebrou e revirou toda a sala. Crianças, adolescentes e adultos sem regras e cheios de vontades marcam e sujam a nossa convivência.

No entanto, se não precisássemos de restrições, para que viver sob uma constituição federal ou sob os códigos que regem direitos e deveres do ser humano? Mas elas são necessárias porque refreiam as ações do homem em relação ao próximo; do contrário, estaríamos constantemente transgredindo a liberdade do outro. A Bíblia é enfática ao mostrar que precisamos de limites. No Antigo Testamento, Deus posicionou-se de forma bem clara: “Não mate; não adultere; não faça esculturas que sirvam de ídolos…”. A finalidade era ajudar as pessoas a manter um relacionamento saudável com o próprio Deus e umas com as outras. Mas o ser humano desobedeceu a todos os limites, e essa transgressão é chamada de pecado.

Sempre me impressiono com José, que fugiu da mulher de Potifar como quem foge da morte. Como administrador da casa, ele tinha acesso a tudo, mas é claro que isso não incluía a esposa de seu senhor. Era uma restrição que não poderia ser ultrapassada mesmo que José desejasse aquela mulher.

Limites são bons e necessários, e para observá-los precisamos de domínio próprio, refreando nossos desejos em prol de um bem maior: uma pessoa doente precisa evitar certos alimentos para não piorar; a paixão por alguém casado deve ser combatida para não destruir a família alheia; não ser impulsivo ao falar ajuda mais do que despejar todas as suas opiniões sem critério. Nem sempre temos força para isso, mas o Espírito Santo sempre está pronto a ajudar quem se submete ao seu governo. – Gabriel de Araújo Almeida

O domínio próprio coloca a vontade de Deus acima dos desejos pessoais – e isso também é adorar o Senhor!


O Presente Diário 23 possui diversos formatos para você acompanhar o devocional todos os dias de 2020. Conheça os diversos formatos nesse link!