Compartilhe em:

Img_IconeBaixar_680px

 

21 de outubro de 2016

Leitura Bíblica: Salmo 49.1-20

Nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos (Mc 10.45).

Hoje há muita gente que se acha “importante”, em geral por possuir poder ou muito dinheiro. Infelizmente, a maioria dessas pessoas age como se Deus não existisse e não admite que precise dele. Vivem sem considerar o que diz o v 12 do texto de hoje e que todos, cedo ou tarde, têm o mesmo fim – não importa nem mesmo se seus nomes são famosos (v 11b). Ricos e pobres, sábios e tolos: todos deveriam considerar a urgência em resolver seu relacionamento com Deus antes que a vida acabe, pois depois não haverá uma segunda chance.

Os versículos 7 a 9 ainda mostram que dinheiro algum pode resgatar uma vida. Porém, algo aconteceu. Deus enviou seu Filho ao mundo para que pessoas “importantes” e desconhecidas pudessem ter vida eterna. Isso não significa que aqueles que crerem escaparão da morte física, mas que não passarão pela segunda morte – a espiritual. Hoje sabemos que isso teve, sim, um preço – o maior de todos. Cristo – ele sim era importante sem precisar ter nada a mais que os outros – sofreu humilhações, dor extrema, entregou sua própria vida e derramou seu sangue para resgatar muitos da escravidão ao mal. Fez isso por amor a nós e para que pudéssemos ter um relacionamento com Deus e vida nova aqui e na eternidade.

Tão alto preço pago na cruz mostra que Deus não está alheio ou distante: somos importantes para ele. Porém, isso não pode nos deixar orgulhosos ou acomodados. O preço já foi pago, mas há algo que cada pessoa tem de fazer também: reconhecer que desagrada constantemente a Deus, arrepender-se disso, pedir seu perdão e, com fé, entregar sua vida a Cristo. Depois, por meio da obediência aos princípios bíblicos, o cristão vai demonstrar sua importância no Reino de Deus ao servir à sua comunidade, praticando o amor e divulgando a mensagem de Jesus. – VWR

Importante mesmo é quem serve a Deus e ao próximo.