share on:
Img_IconeBaixar_680px

21 de Julho de 2020

Leitura Bíblica: Ezequiel 14.1-11

Desvie-se dos seus ídolos (Ez 14.6b).

Na época do Antigo Testamento, a prática da idolatria consistia principalmente em adorar esculturas (em geral de madeira, barro, gesso ou metal) de alguma entidade, em busca de proteção, fartura, riqueza, vitórias em guerras. Até hoje, é essa cena que costuma vir à mente quando se pensa em idolatria.

O povo de Israel fora chamado por Deus para ser diferente: não deveriam adorar nenhuma imagem, animal ou objeto, mas apenas o Deus invisível. No entanto, não tinham obedecido a essa instrução e, por isso, no tempo do profeta Ezequiel, estavam exilados na Babilônia. Mas a leitura bíblica também fala de “ídolos no coração”. Afinal, o que isso significa? Pode-se chamar de ídolo tudo aquilo que consideramos mais importante que Deus; pessoas, bens, atitudes que não queremos mudar ou desejos dos quais não queremos abrir mão. O apóstolo Paulo diz, p.ex., que ganância é idolatria (Cl 3.5).

Outro “ídolo do coração” pode ser a própria imagem que fazemos de Deus. Como você imagina Deus? Talvez como o ancião retratado no quadro A criação de Adão, do pintor renascentista Michelangelo? Ou um vovô bondoso, que faz todas as vontades dos netos? Talvez um pai autoritário, que exige obediência irrestrita? Na verdade, se você adora Deus como pensa que ele é, desconsiderando o que ele mesmo diz a seu respeito, isso passa a ser idolatria, porque a imagem criada em sua mente não é Deus. Para conhecê-lo, devemos ler sua Palavra, registrada na Bíblia, e estudar a vida de Jesus, cujas características e ações revelam como Deus é. Até a natureza criada nos ensina a respeito de Deus – mas nunca poderá ser, ela mesma, objeto de adoração.

Jesus afirmou que Deus precisa ser adorado “em espírito e em verdade” (Jo 4.24). Assim, desejo que você consiga adorar ao Senhor em espírito (não dependendo de lugares ou rituais ou imagens) e em verdade (conhecendo o que ele mesmo diz sobre si). – Mário Miki

“Um ídolo na mente é tão ofensivo a Deus quanto um ídolo na mão.” (A. W. Tozer)


O Presente Diário 23 possui diversos formatos para você acompanhar o devocional todos os dias de 2020. Conheça os diversos formatos nesse link!