share on:

Img_IconeBaixar_680px

 

02 de janeiro de 2019

Leitura Bíblica: Romanos 6.1-11

… assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova (Rm 6.4).

Acabaram as festas, agora o ano novo começa para valer! Tudo diferente, não é? Não sei quanto a você, mas minha vida não está assim tão diferente do que há alguns dias, quando ainda era ano passado. O calendário é apenas uma convenção e, se não mudei meu jeito de lidar com a vida, é grande a probabilidade de que continue a colher mais do mesmo, independentemente do que diz a “folhinha”.

A leitura de hoje alerta-nos contra a tolice de, tendo sido alcançados por Jesus, continuar a viver presos aos maus hábitos que produzem os mesmos frutos de sempre: fomos chamados para uma experiência totalmente distinta da que tivemos sem ele. Pela fé em Cristo, fomos incluídos na sua morte, e na sua volta seremos também incluídos em sua ressurreição – mas desde já podemos ter vida nova por conta dela!

Desde tempos imemoriais, o ser humano anda segundo a direção do próprio nariz (que não é exatamente uma boa bússola); às vezes até diz crer em Deus, mas toma suas decisões segundo a conveniência do momento, à revelia da vontade divina. Com medo de castigo, escolhe uma ou outra coisinha a evitar “porque é pecado”, mas mantém o coração longe do Pai, tentando controlar o incontrolável, mas acabando descontrolado.

Quer experimentar uma vida verdadeiramente nova neste novo ano e nos que virão? Então pare de bancar seu próprio deus (isto é, o parâmetro para o que é bom); por meio de Jesus, renda-se de volta ao Senhor e abandone o péssimo hábito de competir com Deus pelo controle de sua vida. Talvez você já tenha feito isto, mas lembre-se que esta é uma decisão continuada, dia a dia, minuto a minuto (até mesmo as pequenas coisas). Que tal reavaliar-se e reconsagrar a vida a ele? – MHJ

Que Deus nos livre da arrogância de querer ser capazes de controlar seja o que for!