share on:
Img_IconeBaixar_680px

29 de Junho de 2020

Leitura Bíblica: Eclesiastes 1.3-11

Ninguém se lembra dos que viveram na antiguidade, e aqueles que ainda virão tampouco serão lembrados pelos que vierem depois deles (Ec 1.11).

É comum encontrar bustos de personagens históricos em praças. Alguns são identificadas com placas, outros já as perderam por causa de vandalismo. No entanto, muitas destas pessoas são quase que completamente desconhecidas hoje. O fato é que, por mais que tentemos colocar nossos nomes na História, um dia provavelmente não seremos mais lembrados.

A leitura bíblica de hoje mostra a reflexão do autor sobre o quão comuns podemos ser na História. No livro todo, ele descreve suas experiências nas mais diversas situações e o resultado de suas muitas reflexões. Afirma que o mundo segue, que tudo acaba se repetindo e que, em meio a isso, as pessoas vêm e passam, como confirma o versículo em destaque.

Penso que um dos nossos grandes problemas é crer na mentira de que precisamos ser especiais, que temos de nos destacar em meio à multidão. Isto faz com que corramos atrás do que não é necessariamente a melhor opção e que nem sempre nos aproxima de Deus. Isto não significa que não somos importantes; no entanto, ser importante é diferente de ser especial. Se todos forem especiais, todos acabarão sendo iguais. Se destacamos cada frase em um texto, por exemplo, no fim nada mais se destaca. Não há problema em ser alguém comum. Deus usou diversas pessoas ao longo da História cuja existência desconhecemos totalmente, mas que foram importantes para o Senhor, que realizou a sua obra por meio delas. Talvez você gostaria de produzir muito mais realizações que ficassem marcadas na História. Mas não é isso que importa, no fim das contas. Devemos, sim, desejar que Deus mude nossa história, transformando nossas vidas. Precisamos crer naquele que realmente fez diferença na História, dividindo-a em antes e depois dele: Jesus. Para Deus, somos tão importantes que ele mandou Jesus para morrer em nosso lugar. – Cléber Mateus de Moraes Ribas

Sua verdadeira relevância fundamenta-se no amor pessoal de Deus por cada indivíduo.


O Presente Diário 23 possui diversos formatos para você acompanhar o devocional todos os dias de 2020. Conheça os diversos formatos nesse link!