share on:
Img_IconeBaixar_680px

14 de Outubro de 2020

O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há é o Senhor dos céus e da terra (At 17.24a).

Pessoas há que defendem que o Universo é resultado do acaso e que começou em uma explosão. Não explicam, porém, a origem da matéria lançada por essa explosão nem de onde teria vindo a força para tal. O Big Bang teria começado com massa e energia pré-existentes? Outros acreditam no poder de um Deus criador, que formou o mundo e tudo o que nele há a partir do nada, usando para isso a sua palavra. O Senhor ordenou, e o Universo passou a existir!

Claro que é preciso fé para aceitar a Criação pela palavra de Deus. Eu, pessoalmente (e muitos outros), penso que é necessária uma fé ainda maior para acreditar que o cosmos surgiu a partir de ocorrências fortuitas e coincidentes. Basta pensar na perfeição da natureza e seu equilíbrio, nos muitos dados já descobertos pela Biologia, nas descobertas da ciência dos astros do céu e da sapiência sobre o mar e a terra, nos conhecimentos da Física sobre átomos e nas informações da microbiologia no ser humano. Será mesmo que os tratados médicos sobre as maravilhas do corpo humano e da mente, os estudos sobre células e todo o conhecimento a respeito das cadeias genéticas tratem de obras geradas pelo acaso e pela evolução? É preciso fé para crer nessas hipóteses; há muitos elos perdidos nas supostas correntes evolutivas.

Certo é que o homem só consegue transformar o que já existe. E é a própria ciência que diz isso: “Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma” (Antoine Lavoisier, químico). Somos capazes de clonar células, unir óvulos e esperma para dar bebês a pessoas estéreis, mas não conseguimos soprar vida neles para que produzam um ser que respira. Só o Senhor é capaz de criar o que não existe, de sustentar essa existência e, por fim, redimi-la. – Edilaney Duarte Gonçalves

Deus cria a partir do nada! O homem só transforma o que foi criado.


O Presente Diário 23 possui diversos formatos para você acompanhar o devocional todos os dias de 2020. Conheça os diversos formatos nesse link!