share on:
Img_IconeBaixar_680px

20 de Abril de 2020

Leitura Bíblica: Provérbios 26.20-28

Não espalhem calúnias entre o seu povo. Não se levantem contra a vida do seu próximo. Eu sou o SENHOR (Lv 19.16).

O capítulo 19 de Levítico contém uma série de leis relacionadas à vida em sociedade. Uma delas refere-se à calúnia, algo que, quando recebe crédito, traz grande prejuízo à vítima. Uma mentira é suficiente para manchar um bom caráter, e infelizmente hoje em dia é cada vez mais difícil impedir que elas se espalhem. Basta um clique e pronto: todo mundo fica sabendo. Só que proferir uma calúnia é como liberar um líquido ou gás: espalha-se facilmente e é praticamente impossível de recolher.

Ao mesmo tempo, disseminar injúrias faz mal ao próprio autor. A leitura bíblica associa a calúnia com atiçar discórdia, ocultar intenções, falsidade, maldade, ódio. Ou seja: quem vê um caluniador em ação conclui que ele mesmo é como uma peste destruidora. Tentar prejudicar a reputação de outro acaba jogando uma luz horrível sobre o próprio caráter.

Jesus jamais caluniou alguém. Mais que isso: também não divulgava os “podres” reais de seus discípulos, que ele certamente conhecia bem. Se tivesse feito isso, será que Judas teria tido chance de traí-lo? Para Jesus teria sido fácil livrar-se da ameaça. Mas o Senhor sempre foi cheio de misericórdia, e faremos bem em seguir seu exemplo também neste aspecto. No Sermão do Monte, Cristo ensinou que os misericordiosos alcançarão misericórdia (Mt 5.7).

E o que fazer quando se é a vítima? O inocente não deveria esquecer que tem em Deus o mais forte dos defensores. Certo pastor foi vítima de uma campanha difamatória por parte de um grupo que se opunha ao seu trabalho. Em vez de se mostrar ofendido, expressava sua preocupação genuína com o futuro dos próprios caluniadores. Quando estes por fim foram expostos e envergonhados, os amigos do pastor lhe confessaram: “Seu silêncio e perdão foi um sermão sem palavras para nós”. – Manoel de Jesus The

Falar mal de alguém diz muito mais sobre o caráter do caluniador do que sobre a sua vítima.


O Presente Diário 23 possui diversos formatos para você acompanhar o devocional todos os dias de 2020. Conheça os diversos formatos nesse link!