share on:
Img_IconeBaixar_680px

29 de Novembro de 2020

Leitura Bíblica: Lucas 19.41,45-48

Disse-lhes (Jesus): “Está escrito: ‘A minha casa será chamada casa de oração’; mas vocês fizeram dela ‘um covil de ladrões’” (Lc 19.46).

Quando nos frustramos com situações, pessoas ou lugares, talvez usemos a frase: “Parecia ser uma coisa, mas era outra bem diferente”. Jesus deparou-se com uma cena parecida quando entrou no templo em Jerusalém. O edifício tinha sido construído para ser um espaço para a manifestação de Deus e um lugar de adoração. Quando as pessoas iam para lá, deveriam encontrar a presença do Senhor e ter a oportunidade de orar e lhe prestar culto. Mas qual foi a realidade que Jesus viu? O lugar não estava sendo usado para o que fora edificado. Em vez de ser uma casa de oração, transformara-se em “mercado público”. Um lugar de comércio maquiado com religiosidade. Os chefes do templo tentavam passar para as pessoas a ideia de que o que acontecia ali era adoração a Deus, mas era apenas fachada religiosa. A verdadeira motivação deles era exercer poder e ganhar dinheiro dos que frequentavam o local.

Hoje há muitos ambientes que infelizmente são bem parecidos com o templo que deixou Jesus tão irado. Não raro, vendem-se objetos supostamente sagrados ou milagrosos ou negociam-se milagres por alguma quantia em dinheiro. Por isso, precisamos nos voltar com muito afinco às palavras que Deus nos deixou na Bíblia, pois ela nos chama a examinar os espíritos para ver se eles procedem de Deus (1Jo 4.1). A ira de Jesus não foi apenas dirigida aos que vendiam, mas também aos que compravam no templo (veja Mt 21.12), que não deixavam de ser cúmplices.

Quero motivar você a orar e zelar pelo ensino correto das Escrituras, a fim de que o lugar de culto a Deus que você frequenta seja um ambiente de adoração ao Senhor, onde ele receba toda honra e glória. Que seja um ambiente onde as pessoas recebem o que precisam da mesma forma como Deus nos deu a vida eterna em Jesus: como um dom gratuito (cf. Rm 6.23). – Marcos Passig

Na vida cristã, é importante que ser e parecer sejam coerentes.


O Presente Diário 23 possui diversos formatos para você acompanhar o devocional todos os dias de 2020. Conheça os diversos formatos nesse link!