share on:

Img_IconeBaixar_680px

 

01 de janeiro de 2019

Leitura Bíblica: Salmo 65.1-13

Coroas o ano com a tua bondade (Sl 65.11a).

Fico imaginando o que as pessoas pensam quando expressam a alguém seus desejos para o ano novo: muita paz, saúde e sucesso. Muitos se preparam para a virada de ano acreditando que a roupa branca e nova é indispensável, assim como levar oferendas a divindades e dar pulinhos no mar. Também tomam cuidado com o que comem: lentilha seria recomendável porque “assegura fartura”; carne de porco é importante porque o animal “fuça pra frente” (progresso) e não se deve comer carne de galinha porque esta “cisca para trás” (retrocesso). Isso tudo expressa uma tentativa de se garantir contra perdas, doenças, infortúnios e morte. Como se tais coisas estivessem sob o controle do ser humano!

Quem crê em Deus prefere colocar o novo ano nas mãos do Senhor. Baseados no texto de hoje podemos orar da seguinte forma: “Senhor, nós queremos fazer nossos votos a ti, que ouves a oração (v.1-2). Vamos confessar nossas falhas a ti para receber o teu perdão (v.3). Desejamos viver em tua presença e estar sob tua bênção (v.4). Decidimos depositar nossa esperança em ti, ó Deus, nosso Salvador (v.5), que és o Criador e mantenedor de todas as coisas (v.6-10). Pedimos que demonstres neste novo ano, mais uma vez, a tua bondade (v.11)”.

Orar assim não garante que seremos bem-sucedidos em tudo ou guardados de todo mal e poupados de doenças no ano que inicia. Precisamos lembrar que a maior expressão da bondade do Senhor se manifestou na manjedoura e na cruz. Ele se tornou alguém como nós: Jesus veio como o “Deus conosco” e suportou sofrimento e morte. Por isso, para o cristão não importa o que virá, pois tudo o Senhor conhece. Agora a sua bondade se manifesta no fato de ele ir conosco e adiante de nós. Seu grande amor será experimentado por todo aquele que permanecer na sua presença. Ele não promete nos poupar de coisas desagradáveis, pois cada pessoa está sujeita a isso, mas disse que nunca nos desamparará! – LSch

Cada dia consagrado ao Senhor traz sua bondade a nós.