share on:
Img_IconeBaixar_680px

25 de Setembro de 2020

Leitura Bíblica: Salmo 136.1-26

Teu amor, SENHOR, permanece para sempre; não abandones as obras das tuas mãos! (Sl 138.8b)

Certa tarde, assisti a um programa de TV em que os convidados falavam sobre estilistas e moda. A apresentadora perguntou quem teria sido o maior costureiro que já existiu, e todos foram destacando nomes de profissionais nacionais e internacionais. Dias depois, lendo a Bíblia em Gênesis 3.20 (“O SENHOR Deus fez roupas de pele e com elas vestiu Adão e sua mulher”), cheguei à conclusão de que todos estavam errados e comecei a rir: Deus foi o primeiro e mais perfeito estilista. Fiquei imaginando se a humanidade inicialmente foi copiando o que ele tinha feito, ou se logo passou a inventar suas próprias criações.

Mas não quero falar aqui de “modelitos”, e sim do amor de Deus por nós. O primeiro casal tinha uma vida boa no Éden, com tarefas a realizar e alimentos em fartura, mas acabou se mostrando insatisfeito e desobedeceu à única proibição que o Criador lhes dera. Como resultado, aprenderam o que é sentir vergonha de sua nudez, tanto por causa da exposição ao olhar onisciente de Deus quanto um diante do outro. Mesmo assim, o Criador foi amoroso com eles, confeccionando roupas e vestindo-os. Vejo nisso uma grande demonstração de graça para com o ser humano, pela qual o Senhor mostrou que, apesar de tudo, continuaria cuidando da sua criatura.

No salmo da leitura bíblica de hoje, cada versículo termina com a frase “o seu amor dura para sempre”. A benignidade do Altíssimo para com a humanidade vem desde aquele momento, de forma ininterrupta, mas nós muitas vezes não a notamos. Deus até já providenciou para que seu próprio Filho morresse a fim de cobrir o pecador – não mais a sua vergonha física, mas a nudez espiritual, para a qual nunca conseguiríamos encontrar solução. Agora, quem anda com Jesus e obedece a Deus tem vida eterna e perdão definitivo para o pecado. Tudo por causa do seu amor infinito e eterno! – Elias Torres da Silva

O amor de Deus é como o próprio Senhor: imutável, inabalável, infinito e eterno!


O Presente Diário 23 possui diversos formatos para você acompanhar o devocional todos os dias de 2020. Conheça os diversos formatos nesse link!