share on:

21 de Abril de 2020

Como está você? Tempos difíceis, não é? Lembro a você que tanto a Páscoa como a Inconfidência Mineira tiveram na traição a espoleta que detonou a ira e o ódio em uma ação violenta. Nas duas traições o dinheiro foi a isca. Na Inconfidência Mineira os portugueses mataram Tiradentes de modo exemplar buscando intimidar qualquer desejo de independência. Na Páscoa os religiosos criam que matando Cristo Jesus impediriam que os pecadores vivessem só com Deus independentes da religiosidade hipócrita.

Tiradentes tornou-se apenas um mártir porque permaneceu na morte. Jesus, no entanto, foi ressurreto, visto por mais de 500 pessoas e depois foi assunto aos céus tornando-se o fiador de uma nova aliança entre Deus e o pecador. Tiradentes não sabia que seria traído. Jesus, não, ele estava consciente de que um de seus discípulos o trairia, isto é o trocaria por 30 moedas de prata. Os melhores homens hoje podem ser tornar mártires morrendo por causas nobres. Outros preferem, como Judas obter lucro vendendo o salvador por um punhado de moedas ritos religiosos, rituais e superstições.

Somente os que vivem confiados em Cristo Jesus não morrerão eternamente e os que já morreram confiando em Cristo Jesus tornarão a viver. Homens como Tiradentes revelam como é possível alguém morrer por um ideal, por uma causa terrena, patriótica. Tanto mais é possível que os cristãos estejam dispostos a levar sua obediência à Cristo Jesus ao ponto de sofrer prejuízos dos mais diversos tipos pela causa do Reino de Deus.1

A fé de Cristo Jesus nos leva, muitas vezes a sofrer perdas para que o Reino de Deus seja honrado e revelado ao mundo pecador. Por isso sua fé precisa continuar apoiada na pessoa e obra de Cristo Jesus ressurreto. Com ele o sofrimento tem alcance apenas humano.

Esta mensagem responde à pergunta: A traição e a morte envolvidos na pascoa e na inconfidência mineira mostram pelo que uma pessoa está disposta a trair ou morrer?

Tarefa para Hoje: Você tem uma ótima oportunidade verificar por qual de suas convicções você está com disposição de dar sua vida. Apresente a resposta, seja qual for, a Cristo Jesus!

Hebreus 12:1-2a “Portanto, nós também, pois estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta, 2 fitando os olhos em Jesus, autor e consumador da nossa fé, o qual, pelo gozo que lhe está proposto, suportou a cruz, desprezando a ignomínia, e está assentado à direita do trono de Deus.” Esta carta exorta os novos cristãos judeus a não observarem mais rituais e cerimônias tradicionais, pois, em Cristo, eles já foram cumpridos. Pouco antes do ano 70 d.C. quando Templo em Jerusalém foi destruído pelos romanos.