share on:

10 de Agosto de 2020

Somos um povo solidário, não é verdade? Nesse tempo de pademia quantos se dispões a ajudar o próximo das mais variadas maneiras? Isso é muito útil, é preciso admitir. Trata-se de uma ajuda humanitária que não altera os valores morais e espirituais seja de quem ajuda, seja de quem é ajudado. No entanto é preciso admitir a existência de diversas razões pelas quais acontece essa solidariedade.

Aproveito, agora, para avaliar com você em que consiste a solidariedade cristã. Sim, nem toda solidariedade é cristã! A solidariedade só é cristã quando a motivação de ajuda, seja de dar ou de receber reverte em glórias a Cristo Jesus.32 Quem ajuda o faz não levando em conta apenas a necessidade material do outro. Quem ajuda identifica-se com a pessoa como um todo e não apenas como uma oportunidade de ajuda. Uma pessoa precisa muito mais do que gênero alimentício, mas do envolvimento em sua vida, de uma amizade mais interessada, até mesmo na sua comunhão com Deus Pai.33 Preste atenção: não se trata de trocar qualquer ajuda por alguma conversão a Cristo Jesus. Trata-se de um vínculo mais profundo diante de Deus, do próximo e de si.

Quem recebe a ajuda precisa perceber que não é uma mera vítima de desigualdades, mas alguém que é alvo do cuidado e do amor divino. É Cristo Jesus movendo pessoas e circunstancias para caminhar com ela na vida, com uma viva esperança na santidade, no amor e na justiça divina.

Solidariedade humanitária é impessoal, não se aproxima. Por isso não deixa qualquer rastro do amor divino de santidade, justiça e respeito pelo ser humano, como ser humano, resgatado por Cristo Jesus. Uma solidariedade humanitária tem grande benefício humano. A solidariedade cristã tem a dimensão humana, prática, como canal do amor de Cristo Jesus, por isso é cristã.

Ao compreender essa diferença você pode escolher conscientemente as implicações da solidariedade que tem condições de dar. Escolha aquela em que você recebe de Cristo para dar ao outros como quem administra as riquezas dadas por Deus Pai. Essa é a solidariedade cristã.

Esta mensagem responde à pergunta: Qual é a diferença entre a solidariedade humanista e a solidariedade cristã?

Tarefa para Hoje: Identifique a solidariedade que você pratica de modo consciente ela não deixará de trazer benefícios. No entanto preste atenção aos benefícios da solidariedade cristã.


Notas

¹ 32 Mateus 25:35-45 O atendimento dado aso necessitados não se limitava á necessidade imediata, mas a um vínculo que humanizava e dignificava o outro. Não se tratava de alguma manipulação política, social. Mateus o coletor de impostos, desprezado pelos judeus, mas discípulo de Jesus é nome do primeiro livro do Novo Testamento. Escrito por volta de 60-65 d.C. mostra que Jesus é o Messias esperado pelos judeus e que traz o Reino de Deus.

² 33 Romanos 12: “19 Amados, jamais procurai vingar-vos a vós mesmos, mas entregai a ira a Deus, pois está escrito: “Minha é a vingança! Eu retribuirei”, declarou o Senhor. 20 Ao contrário: “Se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porquanto agindo assim amontoarás brasas vivas sobre a cabeça dele. 21 Jamais te entregues ao mal como vencido, mas vence o mal com o bem!” Carta do apóstolo Paulo aos cristãos na cidade de Roma por volta de 58 d.C.. descreve a vida no Espírito, que é dada pela fé aos que creem em Cristo.