share on:

17 de Julho de 2020

Você já experimentou aquela sensação de que você está só?!?! Estou falando de um tipo de solidão íntima, pessoal. Nada tem a ver com namoro, casamento ou mesmo amizades. Trata-se daquela impressão de que só você está nas situações, como em algum respirador mecânico nessa pandemia da vida. Sim, e que somente você pode tomar decisões e atitudes.

São em momentos assim que você pode descobrir a maravilhosa realidade de ter em Jesus o seu Advogado Divino22. Ele é o único que tem acesso ao seu íntimo. Ele é o único que pode estar com você em situações de profunda solidão. E quando isso acontece, você percebe que na verdade não está mais só. Isso é que faz a diferença entre a solidão e a solitude.

A solidão é um estado de isolamento, de afastamento acompanhado de ressentimento contra outras pessoas. Quem vive na solidão não aceita conselhos. Deixa a impressão que se rebela contra qualquer ideia ou possibilidade de mudanças na sua maneira de considerar os fatos, as pessoas e a realidade.23 O solitário está desiludido com as fraquezas e limitações dos outros seres humanos e de si.

A solitude é diferente da solidão. A solitude é um momento de isolamento acompanhado de expectativa do que Deus vai dizer e operar no seu íntimo. Jesus teve momentos de angustia mesmo na solitude. Ele estava aberto a avaliações profundas de si, da situação e de outros. A prática cristã da meditação também conta com momento de solitude. Depois desse momento de solitude a pessoa retorna ao convívio pelo que compreendeu da sua situação e de Deus.

Não tema a solitude, mas fuja da solidão. É por isso que Jesus diz: “Eis que estou convosco todos os dias, até o final dos tempos”.24 Você precisa depositar sua confiança na pessoa e nas palavras de Jesus, só assim viverá de modo profundo e benéfico essa solidão existencial. Você conhecerá a certeza íntima dada pelo próprio Espírito de Deus de que não está só, embora enfrente individualmente cada situação. Voltar-se para Cristo é encontrar a porta de escape divino.25

Esta mensagem responde à pergunta: Qual a diferença entre solidão e solitude?

Tarefa para Hoje: Aproveite esses momentos em que se sente só, no abandono dos entes queridos. Converse com o Senhor Jesus. Ele sabe o que é isso! Experimente voltar-se para Ele agora, em oração.


Notas

¹ 22 Hebreus 2:18 “Porque, tendo em vista o que ele mesmo sofreu quando tentado, ele é capaz de socorrer aqueles que também estão sendo tentados”. . Pouco antes do no ano 70 d.C , exorta os discípulos judeus de Jesus que passavam por perseguições.

² 23 Provérbios 18:1-2 “O solitário busca seu próprio interesse e rebela-se contra a verdadeira sabedoria. O insensato não tem prazer no entendimento, mas sim em fazer valer seu modo de vida.…” Escrito por volta do século X e século VII a.C. aproximadamente 700 A.C. conhecido pela sabedoria que começa com Deus é a base para muitas exortações práticas das epístolas no Novo Testamento.

³ 24 Mateus 28:20b “…E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”. Promessa de Jesus aos seus discípulos.

25 1Coríntios 10:13 “Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar. Não permitirei que sejais tentados além do que podem suportar…” Carta do apóstolo Paulo aos Cristãos na cidade de Coríntios. Grécia