share on:

27 de Novembro de 2019

Você tem dificuldade em submeter-se aos protocolos de segurança quando realiza qualquer trabalho? Todos aqueles cuidados tomam tempo, limitam sua agilidade, tornam a tarefa mais exaustiva, concorda? Sempre é malvista a pessoa que fica lembrando aos outros os cuidados necessários.

Conversei com o rapaz que atua na área de construção civil. Como Técnico do Trabalho, tem a tarefa de insistir para que o trabalhador use capacete, luvas, óculos e os cintos especiais. Esses equipamentos e tantos outros cuidados exigem uma nova maneira de trabalhar e isso não é fácil para quem está acostumado a atuar sem eles.

Para quem não quer utilizar os protetores de ouvido ele precisa, com bom humor, lembrar: “Amigo se você não utilizar o protetor de ouvido não poderá ouvir seu pagode preferido”. Para os que relutam em utilizar os cintos em trabalhar em grandes alturas, ele diz algo mais ou menos assim: “Ô companheiro, você vai ser um tomate amassado quando cair lá embaixo”. Volta e meia ele sofre ameaças dos mais rebeldes. Não querem utilizar os acessórios de segurança e consideram suas advertências como perseguição ou abuso de poder.

Percebi que como Pastor ou Irmão na fé em Jesus, temos na comunidade cristã, uma tarefa semelhante a do Técnico de Segurança. Advertir e incentivar as pessoas que desejam trabalhar para Deus a se familiarizarem-se com os conselhos de segurança divinos.

Há quem pregue o evangelho sem o capacete da salvação devidamente ajustado. Outros manejam a Palavra de Deus de modo a colocar em perigo a própria vida e dos outros. Há os que não querem utilizar o colete da verdade, pois gostam de exagerar no que dizem e pensam em buscar mais emoções4. E os mais difíceis são os que acreditam que o escudo da fé atrapalha e por isso sofrem mutilações incríveis, aí o que acontece? Toca socorrê-los!

Como discípulos de Jesus precisamos aprender não apenas a advertir outros, mas receber igualmente as correções na prática da fé cristã e utilizar toda a armadura de Deus5. Isso se chama edificação6. Corrigir com brandura e amor e deixar-se corrigir com humildade e alegria. Já pensou em viver a vida cristã dentro desses limites?

Resposta a pergunta: Qual a importância dos equipamentos de segurança no trabalho e na fé?

Tarefa para hoje: Fique atento para o modo criativo de corrigir os irmãos e deixe-se corrigir na vida cristã.

Efésios 6:11-17 Carta do apóstolo Paulo escrita aos cristãos na cidade de Éfeso por volta de 62-63 d.C. enfatiza é o propósito eterno de Deus: Jesus Cristo é a cabeça da Igreja, que é formada a partir de muitas nações e raças. 5 Efésios 6:10-18 Ibdem 6 Colossenses 3:16 “Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns aos outros com toda a sabedoria, e cantem salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão a Deus em seu coração.” Nesta carta o apóstolo Paulo diz aos cristãos de Colossos que abandonem suas superstições e que Cristo seja o centro de sua vida. Paulo escreve esta carta durante o seu segundo e último encarceramento