Compartilhe em:

13 de Março de 2019

Você utiliza alguma rede social com frequência? Qual? Facebook, Tinder, instagram, Whatsapp, Twiter? Então responda-me: como você estabeleceu o limite de sua liberdade na Internet? Até onde você pode escrever ou dizer para o outro o que pensa?

Muita gente, em nome da sinceridade acredita que pode dizer com todas as letras sua opinião sobre outras pessoas e atitudes. Há ainda quem, no calor de alguma discussão esquecem que escrever é diferente de falar. Então escreve o que diria pessoalmente. “Não podemos confundir liberdade de expressão nas redes sociais com irresponsabilidade, senão torna-se abuso de direito… O que mais prejudica a liberdade de todos é o abuso de alguns, a ofensa covarde e anônima, isso não é democracia”.

A ofensa, discriminação ou ameaça na internet – leva a indenizações que variam de 10 e 30 mil reais. Se o ofensor for menor de idade, são aplicadas medidas socioeducativas com base no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Quem compartilha calúnias e mensagens de ódio nas redes sociais ou re-encaminha vídeos íntimos no Whatsapp, por exemplo, também pode estar sujeito a punição. “Quem ajuda a disseminar um conteúdo ilegal, também pode responder na medida da sua participação”.

A cultura popular comum justifica muitas atitudes que são consideradas ilegais até mesmo na internet. Cada cristão é desafiado a romper com essa cultura, não apenas por ser ilegal mas porque fere a nova consciência que recebeu de Deus Pai por Cristo Jesus. Atitudes assim ferem e impedem a espiritualidade cristã de aprofundar-se. Então o amor ao Senhor leva o cristão a amar os seus inimigos, abençoar os que lhes maldizem, fazer bem aos que o odeiam, e orar pelos que o maltratam e perseguem; para que se confirme a filiação com o Pai que está nos céus; “Porque Ele, faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se você ama os que lhe amam, que recompensa você quer? Não fazem os ateus e pagãos o mesmo? E, se você cumprimenta unicamente os seus irmãos na fé, o que você faz de mais? Não fazem os ateus e pagãos também assim? Seja pois perfeito, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.


Aplicação

Esta mensagem responde á pergunta: O que você precisa considerar no exercicio de sua liberdade de expressão na internet?
Aplicação para a sua vida: Preste atenção ás questões que tem a capacidade de afetar seu controle pessoal e prepare para uma reação nova, inspirada no amor d e Deus Pai.


Advogada Patrícia Peck Pinheiro, especialista em direito digital. https://www.dw.com/pt-br/quando-a-liberdade-de-express%C3%A3o-na-internet-vira-crime/a-18817509 Mateus 5:44-48 “ Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus”.