share on:

17 de Outubro de 2019

O que você pensa a respeito da pobreza? É uma condição repleta de razões políticas, econômicas, culturais, religiosas, éticas, morais. Hoje pode ser um dia em que o mundo para, para avaliar a questão, para propor soluções. As soluções são diversas porque as causas também são diversas. Isso não significa que não é necessário tomar medidas, ainda que limitadas para impedir que a pobreza se alastre pelo planeta.

A pobreza tem um DNA de natureza espiritual. A rebelião na natureza humana contra o Deus Santo, justo e amoroso é a causa básica. Esse nosso mundo está construído e é administrado por seres nesta mesma condição. Por isso a pobreza é um problema e ao mesmo tempo nos traz uma prova e se faz uma fonte de tentação.

Quando uma mulher derramou um vidro de perfume sobre Jesus, um de seus discípulos declarou: Por que não se vendeu este perfume caríssimo por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres?16 O discípulo vira tantas vezes Jesus atender e cuidar dos pobres. Certamente viu uma utilidade maior para o uso daquele caríssimo perfume que certamente também caiu ao chão. No entanto seu comentário tinha uma razão de ser. Também Jesus comentou a utilização do perfume. O discípulo que fez o comentário cuidava das finanças do grupo e já andava roubando para si o que era colocado ali para os pobres. Jesus disse: Deixa a mulher em paz; para o dia da minha sepultura ela guardou isto; Porque os pobres sempre os tendes
convosco, mas a mim nem sempre me tendes.17

Você notou? A mesma atitude de um lado serviu para reafirmar o valor de uma pessoa por causa de sua oferta. Do outro lado serviu para esconder objetivos mentirosos. A mesma atitude serviu de prova e de tentação. A vida é assim, já notou? Por isso a pobreza serve, de um lado de prova para os filhos de Deus pela fé de Cristo Jesus e do outro lado de tentação para se roubar em nome do bem.

As dificuldades no dia de hoje envolverão você em provas e tentações até mesmo em relação a pobreza Reconheça o estado real da fé que une sua alma ao Criador e confie em Cristo Jesus para fazer o bem.


Esta mensagem responde à pergunta: Como o praticante da espiritualidade cristã encara a pobreza?

Aplicação para a sua vida: O cristão Não se omite diante dos pobres no entanto não acredita se possível erradicar a pobreza enquanto o mal estiver presente no coração do ser humano enquanto Cristo Jesus não retornar.


16 João 12:5. Este evangelho escrito entre 80-90 dC pelo apóstolo João no estilo é reflexivo e cheio de imagens e figuras organiza sua mensagem enfocando sete sinais que apontam para Jesus como Filho de Deus
17 João 12:7,8 ibidem Leia todo o trecho