share on:

21 de Agosto de 2020

Orar sob a inspiração da oração que Jesus ensinou aos seus discípulos é como vestir roupas novas na sua comunicação com Deus Pai. Agora preste atenção como Jesus orienta seus discípulos a incluir o perdão na comunicação com o Pai Celestial.

No evangelho descrito por Lucas, o médico, a oração do “Pai Nosso” refere-se assim ao perdão: “…perdoa-nos os nossos pecados, pois também perdoamos a qualquer que nos deve.” Ele aborda o perdão das ofensas cometidas como pecados pelos padrões divinos. Lucas ressalta que se pede a Deus o perdão dos nossos pecados porque também perdoamos a qualquer que nos deve. Perdoar do mesmo modo que Deus perdoa é impossível ao homem. Porém não é a qualidade do perdão, mas o fato de nós, você e eu já termos perdoado outros1. Isso é que nos possibilita pedir ao nosso Pai que nos perdoe também.

Agora em Mateus o perdão é mencionado na oração assim:’… perdoa nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores. Mateus trabalhava como um fiscal de impostos. O dinheiro era seu material de trabalho. Então a dívida que temos com Deus Pai, pelo pecado que cometemos e somos, é impagável2. Quando o perdão divino alcança sua vida, minha vida, nos livra de toda a ira divina que paira sobre cada ser humano. Essa é a causa da culpa, medo e até baixa autoestima. Somente quem recebeu a dádiva maravilhosa do perdão divino, pela fé de Cristo Jesus tem as condições fundamentais para perdoar o próximo e a si.

Observe que é possível perdoar e não esquecer. Porém não é possível perdoar e continuar lançando no rosto do perdoado sua ofensa, ou manter o mesmo tratamento que tinha antes de perdoar, muito menos sair contando o que a pessoa fez.3 É isso que nosso Pai celeste quer que façamos quando pedimos que perdoe nosso pecado: perdoar nosso irmão de quem Ele é pai também.4 Ao orar a Deus Pai, avalie como vive o perdão e como o expressa na sua oração, na sua vida.

Esta mensagem responde à pergunta: Que lições tirar das duas citações da Oração do Pai Nosso registradas nos Evangelhos bíblicos?

Tarefa para Hoje: Qualquer oração feita a Deus, pelo nome de Jesus tem o perdão como condição básica para ser respondida por Deus Pai.


Notas

¹ 1 Mateus 18: 33 “Você não devia ter tido misericórdia do seu conservo como eu tive de você?’ Irado, seu senhor entregou-o aos torturadores, até que pagasse tudo o que devia. “Assim também lhes fará meu Pai celestial, se cada um de vocês não perdoar de coração a seu irmão”. Mateus o coletor de impostos, desprezado pelos judeus, mas discípulo de Jesus é nome do primeiro livro do Novo Testamento. Escrito por volta de 60-65 d.C. mostra que Jesus é o Messias esperado pelos judeus e que traz o Reino de Deus.

² 2 Mateus 18:23-35 A conhecida parábola do credor que não perdoou como foi perdoado revela como essa condição é a base no relacionamento do ser humano com Deus Pai. Ibidem

³ 3 Mateus 6: 14-15 “Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará. Mas se não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas.” Ibidem

⁴ 4 Marcos 11:25 “E sempre que estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas”. Os (Pais da igreja) fundadores da Igreja declaram que o Evangelho de Marcos foi escrito depois da morte de Pedro, que aconteceu durante as perseguições do Imperador Nero. A maior parte das evidências sustenta uma data entre 65 e 70 d.C. .