share on:

29 de Março de 2019

Um garoto orava em altos berros lá no seu quarto: “Querido Deus, eu quero uma bicicleta. Senhor, eu quero uma bicicleta de 20 marchas.” A mãe não aguentando mais aquela gritaria foi até o quarto repreender o filho: “Roberto, você não precisa gritar, Deus não é surdo.” Então o garoto respondeu: “Eu sei que Deus não é surdo, mas o vovô não escuta bem!”

Hoje a oração é mais um instrumento para convencer algum “vovô no céu“ das bicicletas que as pessoas querem. Oração é utilizada mais como um instrumento para se conseguir bênçãos de Deus. É pena, pois existem outras dimensões da oração que são esquecidas, ignoradas. São esses outros elementos da oração que a tornam completa, que fazem ter intimidade com Deus.

Quem ora precisa decidir se quer o favor de Deus ou a presença do próprio Deus. As necessidades humanas são utilizadas por muitos que oram, para Deus provar que ama o ser humano atendendo aos seus pedidos. Assim que um pedido é atendido, logo surge outro. A vida é assim. As necessidades são constantes, variadas e muitas. Somente a maturidade pode permitir que você reconheça o desejo escondido no coração por intimidade. Intimidade com o próximo e com Deus. É a intimidade com Deus que permite uma vida que nem o “vale da sombra da morte“ consegue romper. Esta intimidade só se firma em uma comunicação sincera, sem manipulação. Por isso quando pediram a Jesus que ensinasse a ter esse nível de comunicação com Deus, Ele apresentou aquela oração que começa com a expressão: ” Pai nosso…”

Pai. Este é um pai que nos gerou na esperança do seu amor. Este pai é diferente de todos os outros que podem ter falhado com os filhos. Este pai também quer intimidade. Ele diz: “Peçam e vocês receberão. Batam e a porta se abrirá, procurem por Mim ou Comigo e vocês encontrarão.”

Hoje você pode dar mais um passo na prática da oração, buscando simplesmente intimidade com Deus. Jesus deu diversas orientações com respeito a oração. Procure conhecer cada uma delas através da leitura dos evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João. Comece hoje um tempo novo de oração.


Esta mensagem responde á pergunta: Para que serve a oração?
Aplicação para a sua vida: Exercite hoje, fazer da oração, um instrumento para ouvir a Deus e realizar o que é de Sua vontade.


Mateus 6: 6 Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está em secreto. Mateus foi ser escrito por volta de 60-65 d.C. Encontra-se no início do Novo Testamento. É o único que procura mostrar que Jesus é o Messias, o Cristo, esperado pelos judeus e que traz o Reino de Deus.
Mateus 6:9 Ibidem.