share on:

17 de Outubro de 2020

Você precisa encarar a realidade! Nesse tempo você não consegue fugir dos choques entre o Estado, a Igreja e a Sociedade. Antigamente pelo menos se dizia que religião, política e futebol não se discutiam. Esses temas deviam ser respeitados na esfera íntima do ser humano. Atualmente as guerras entre torcidas revelam que o conflito precisa ser evitado com ajuda da polícia e sanções contra as torcidas e times. A religião saiu da esfera do culto, das diferenças religiosas e doutrinárias e se projeta em valores morais, éticos e sociais que a política utiliza para promover ou atacar projetos partidários.

Ainda noto pessoas procurando viver sua bolha social evitando qualquer assunto dessas esferas que na vida diária, se misturam. Essas mudanças chegam afetando o significado de cada escolha que você faz diariamente. Mesmo sem querer suas escolhas, suas decisões são consideradas pelos outros como sinais de sua identidade no cenário político, econômico religioso e moral. Percebe? A “neutralidade” não existe. Quem  cala consente. Os impactos diários nas várias áreas da sua vida são inesperados.

Os discípulos de Jesus proibiram alguém que não fazia parte daquele conhecido grupo de expulsar demônios em nome de Jesus. O que o próprio Jesus lhes disse? “Não o proibais, porque quem não é contra nós é por nós”[1] Em momento seguinte, sofrendo com fakenews dos líderes de sua própria religião Jesus declarou:  “Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha”[2]. Diante das situações tão polarizadas não é  possível encontrar alguma neutralidade ou coluna do meio. Jesus disse: Seu “sim” deve significar realmente um “sim”. O seu “não” precisa ser vivenciado como “não”. A indefinição, o que não se situar em qualquer uma dessas posições tem natureza maligna.[3]

No que depender de você procure ter harmonia com todos, no entanto preste atenção para não perder o seu caráter, suas convicções em busca de uma neutralidade pacífica. Jesus já deixou claro que isso não é possível nessa vida. Quem se identificar com Ele, esse será identificado com Ele quando Ele se manifestar ao mundo novamente.[4] Verifique sinceramente onde você fica nessa situação?


Esta mensagem responde à pergunta: Qual a realidade da “neutralidade” contemporânea?

Tarefa para Hoje: Em muitos aspectos você pode se manter fora de conflitos, mas diante de Cristo Jesus e por Ele não escapará de posicionar-se diante de si, dos outros e do próprio Cristo em Deus.


Notas

¹ [14] Lucas 9:49,50 “E, respondendo João, disse: Mestre, vimos um que em teu nome expulsava os demônios, e lhe proibimos, porque não te segue conosco. E Jesus lhe disse: Não o proibais, porque quem não é contra nós é por nós.” Escrito por Lucas, um médico por volta de  59—75 d.C. mostra como Jesus estava em contato com as pessoas pobres, com os necessitados e com os que são desprezados pela sociedade.

² [15] Lucas 11:23 “Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha.” ibidem

³ [16] Mateus 5:37 “Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna.” Mateus o coletor de impostos, desprezado pelos judeus, mas discípulo de Jesus é nome do primeiro livro do Novo Testamento. Escrito por volta de 60-65 d.C. mostra que Jesus é o Messias esperado pelos judeus e que traz o Reino de Deus.

⁴ [17] Mateus 10:33 “Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus.” Ibidem